DAE instala inversor de frequência para melhor controle de perdas e de vazão

O Departamento de Água e Esgoto de Santa Bárbara d’Oeste instalou hoje um inversor de frequência na Estação Elevatória Santa Alice, a Represinha. O equipamento foi transportado de outro local e atuará na estação até a aquisição dos inversores definitivos, cujo processo de compra encontra-se em tramitação. A autarquia fará a aquisição de inversores também para atuação nas duas ETAs que realizam o tratamento de água do município. Esses equipamentos permitem ajustes mais finos de vazão, o que é extremamente importante nesse momento de estiagem. O diretor Rafael Piovezan, reforça “Nas represas e nas áreas de recarga das mesmas não obtivemos índices de precipitação suficientes para melhorarmos nosso volume reservado de água. É fundamental, portanto, que nesse momento nossas medidas sejam a de garantir a segurança no abastecimento público”.

A redução da vazão na rede permitiu economias da ordem de 20.000 m³ por dia de água, mas a falta de chuvas exigirá esforço ainda maior do DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Santa Bárbara d’Oeste para que a população não passe pelo desabastecimento. “Ao longo dos últimos 50 dias toda a equipe do DAE vem executando manobras para redução de perdas, e posso garantir que o empenho em manter o abastecimento à população é o carro chefe dos funcionários da autarquia. Entretanto, entramos em um período de alerta e medidas mais severas são necessárias para que tenhamos condições de atravessar a crise hídrica e permitir a recuperação dos nossos mananciais para o enfrentamento do ano de 2015”, disse Piovezan.

O horário em que ocorrerão as manobras de redução de vazão será das 18h00 às 06h00 e a autarquia analisará as condições dos reservatórios e, se necessário, ampliará o volume fornecido ao abastecimento. “Vamos buscar com responsabilidade as melhores estratégias para o enfrentamento dessa crise. É importante que a população saiba que o uso consciente é a melhor forma de lidarmos com essa condição, atualmente temos 16% do volume das represas e precisamos economizar água. O DAE tem intensificado as campanhas educativas, tem realizado manobras para redução de perdas, tem buscado o abastecimento em outros mananciais e aplicará a Lei 3.682, recentemente sancionada, que permite conceder desconto há quem reduzir o consumo de água e aplicar multas em casos de desperdício. É primordial que a população entenda a gravidade da situação e que se empenhe na redução do consumo, haja vista que enfrentamos a maior seca registrada em décadas, e não temos previsões de chuvas significativas a curto prazo”, enfatizou o superintendente.

Outras ações a médio e longo prazo que visam o controle de perdas estão sendo tomadas, como as obras de trocas de redes e adutoras antigas, que se encontra com a licitação em vigência. Recentemente a autarquia adquiriu 25 mil hidrômetros que substituirão os mais antigos, sem custos para o consumidor. Contra o desperdício o DAE reforçou as orientações aos munícipes que forem flagrados ou denunciados desperdiçando a água, através dos seus fiscais, e reforça o pedido de colaboração na economia junto à população barbarense.

DAE/SBO

Comentários

Notícias relacionadas