DAE adotará o sistema de rodízio no abastecimento da cidade a partir de segunda-feira (24)

O DAE (Departamento de Água e Esgoto) de Santa Bárbara d’Oeste passará utilizar o sistema de rodízio no fornecimento da água. A medida atingirá toda a cidade, a partir da próxima segunda-feira (24). O rodízio compreende a manobra de redução de vazão da água na rede no horário das 11h às 16h e das 22h às 5h, período que poderá ocorrer a falta da água em alguns pontos da cidade devido a baixa pressão na rede. Nos intervalos desses horários, considerando o período que exige uma demanda maior da água para a saída e a volta do trabalho e da escola, o fornecimento da água ocorrerá normalmente. A decisão foi tomada diante do quadro de baixa recuperação dos mananciais da cidade em virtude do agravamento da crise hídrica que o Estado de São Paulo vem enfrentando, além do alto consumo da água por consequência do forte calor registrado nos últimos meses.

O estado de alerta também foi declarado pelo DAE, por meio de documento assinado pelo diretor-superintendente, Rafael Piovezan, que será publicado amanhã (21) no Diário Oficial do Município (Jornal Diário de Santa Bárbara d’Oeste), e na página do site do DAE. A agência reguladora ARES-PCJ já foi comunicada e reforça a importância das medidas de contenção. Com a declaração do estado de alerta, é possível a aplicação da Lei 3.682 de 06 de novembro de 2014, que possibilita, à autarquia, a efetuar desconto e multa para a prática de economia e desperdício, respectivamente.

Segundo o diretor-superintendente, “o DAE barbarense vem realizando todos os esforços possíveis, através da sua equipe, em manter o abastecimento da água na cidade. Considerando a capacidade hídrica que a cidade possui e o empenho coletivo dos funcionários da autarquia, Santa Bárbara d’Oeste manteve uma situação diferenciada com relação a diversos municípios do estado que iniciaram o sistema de racionamento ainda no primeiro semestre de 2014. Efetivamente, não ocorreram as chuvas necessárias e até que os nossos mananciais se estabilizem, tomaremos medidas severas para garantir o abastecimento”.

O DAE vem realizando enfrentamento da crise hídrica desde fevereiro deste ano, com distribuição de panfletos com dicas de economia nas escolas municipais. As ações foram intensificadas por meio da campanha de conscientização no mês de julho, com a distribuição de cartazes e folders em toda a cidade. “É uma situação que nunca vivemos e que precisamos do empenho de todas as pessoas. O DAE, por meio das medidas de redução de perdas adotadas nos últimos meses garantiu uma economia de até 20% da água bruta. Entretanto, ao analisarmos a utilização de água tratada, por exemplo, dos últimos quatro meses, não houve economia. O prefeito Denis Andia, há pelo menos um mês, vem reforçando o pedido de economia por meio da Rádio Santa Bárbara FM toda semana e a população precisa entender que a situação é séria” comentou Piovezan.

A autarquia vem buscando soluções, porém algumas medidas exigem ações que demandam tempo, como é o caso da troca de rede da região Central. A substituição dos hidrômetros também auxilia no controle de perdas, mas exige tempo para que todos os dispositivos sejam trocados. Como estratégia imediata, o DAE implantou as comportas na represa São Luís que aumentou em 10% nosso potencial de reservação, além disso, foi reativada a ETA I que utiliza água de outro manancial, preservando nossas represas. As ações a longo prazo, para garantir oferta de água à população, já estão sendo preparadas.

“Realizamos procedimentos que nunca foram feitos em nossa cidade. Buscamos, ao máximo, reduzir o transtorno na vida das pessoas, mas esse é o limite da responsabilidade. A partir de agora teremos que atuar de forma mais enérgica e contamos com a compreensão e a colaboração dos barbarenses. Acredito que a maioria da população já percebeu a gravidade do momento, de que toda equipe do DAE, e da prefeitura também, tem feito o possível para manter a rotina das pessoas minimamente normal. Esses dias têm sido de muito esforço e dedicação na operação do sistema e na preparação de toda a estratégia, por isso, mais uma vez me solidarizo com as pessoas e peço a colaboração”, finalizou o diretor-superintendente.

Com o rodízio, que atingirá todos os bairros da cidade, o DAE alerta a população para as possíveis ocorrências de rompimento de redes e adutoras e a presença do ar na tubulação, o que poderá acarretar problemas na distribuição da água. Dessa forma, a autarquia reforça o pedido de compreensão e a paciência da população barbarense nesse período crítico, e solicita o máximo de economia com o uso da água, para que junto com o esforço da administração municipal, possa garantir esse recurso neste final de ano e até as chuvas voltarem.

 

DAE/SBO

 

Comentários

Notícias relacionadas