Variedades

Crossfit, um esporte para todos

Se, quando ouve falar em Crossfit, você já pensa logo naquelas pessoas super saradas e fortes erguendo barras como se fossem gravetos, e morre de medo de se aventurar no esporte, a atleta Fernanda Surian te convida a reconsiderar. Crossfit é, definitivamente, um esporte para todos.

Fonte: Fernanda Surian

Embora possa parecer contraditório, Crossfit é um esporte para todos. Segundo a atleta de alta performance, mais de 4 anos de competições, baixos, altos, magros, gordos, pessoas com deficiência, jovens, velhos, qualquer pessoa pode, e deve, praticar Crossfit. “Eu digo que parece contraditório porque as imagens que vemos do Crossfit, que geralmente são de competidores e eventos mundiais, mostram pessoas extremamente fortes, que parecem muito fora da nossa realidade diária. Se eu tivesse conhecido o esporte de uma forma diferente, talvez tivesse pensado da mesma maneira”.

“Eu já fazia musculação, em uma academia, e estava insatisfeita. Queria ganhar massa magra e sempre acontecia o mesmo: meu corpo parecia acordar com um treino novo, mas a empolgação durava umas 2 ou 3 semanas e a sensação que eu tinha é que ele já tinha se acostumado aos exercícios novos e nada mais acontecia. Foi o meu treinador na época que começou a incorporar alguns exercícios leves de Crossfit no meu treino e que depois me convidou para conhecer o box em que ele treinava”, conta Fernanda.

Ela lembra que não foi paixão à primeira vista: “no começo, achei tudo estranho: treinar em grupo, em um galpão, com poucos elementos e equipamentos? Tudo muito esquisito. Mas, teve uma coisa que me chamou atenção desde o começo: a forma como as pessoas que já estavam ali há algum tempo faziam os exercícios. A performance. E eu comecei a pensar: se eles conseguem, e se eu tiver uma boa orientação, então vou conseguir também. Crossfit, pra mim, sempre foi desafio, desde o começo”, revela. Depois de 2 meses estranhando aquilo tudo, Fernanda começou a “pegar gosto” e a treinar de verdade.

 

O que é o Crossfit, afinal?

O Crossfit nasceu de uma mistura de esportes com o objetivo de treinar as pessoas para o que elas já fazem todos os dias. Pense em todos os movimentos que você já tem que fazer, com menor ou maior grau de dificuldade, na sua vida: colocar algo em uma estante, erguer um móvel para limpar ou trocá-lo de lugar, carregar compras no supermercado. Para tudo precisa de ajuda? Depois do Crossfit, isso se torna fácil e natural, e essa é a ideia.

A mistura de exercícios aeróbicos, ginásticos e de força que são feitos com poucos elementos, como caixas, bolas, halteres, nasceu em 2000 e pegou velocidade aqui no Brasil lá por 2009, só para contextualizar. Hoje, são mai de mil boxes, que é como se chamam as academias, só no Brasil e, recentemente, a Crossfit, que valida e fiscaliza a prática do esporte, mudou as regras das competições internacionais, inclusive para dar mais valor aos praticantes do dia a dia dos boxes do que aos super mega atletas. “Não que eles não vão mais existir, explica Fernanda, porque atletas renomados são endeusados, vide a maravilhosa Broke Ence, que esteve recentemente no Brasil”.

 

O que a experiência diz

Para a atleta, Crossfit é, sim, para todas as pessoas. “Te dá empoderamento no dia a dia, mas precisa de certos cuidados para não machucar. Conheça vários lugares, veja o que oferecem, conheça treinadores homologados e qualificados e escolha o lugar, e a pessoa que vai te treinar, conforme as suas metas pessoais. Não precisa entrar achando que vai ter que virar um super homem ou uma super mulher. Dá para praticar como esporte, dá para usar para emagrecer e ganhar massa magra, dá para fazer do seu jeito. É só ter essa consciência e se permitir escolher bem”, revela.

Segundo a atleta, o Crossfit é um esporte em grupo, mas que pode e deve ser adaptado para cada pessoa que faz parte do time: “a barra pode ser feita com elástico, pulando da caixa ou só na força, como eu fiz recentemente, quando machuquei o pulso e não conseguia fazer o balanço do movimento original. Mas, para isso, é preciso ter um coach a fim de te ajudar, então, defina objetivos e se identifique com o professor. Crossfit é viciante porque tem essa coisa de ter sempre alguém te apoiando, te animando, você se sente vencendo obstáculos, melhorando em equilíbrio, força, agilidade, resistência cardiovascular. Afinal, a gente sempre tem algo a melhorar, certo?”.

 

Sobre Fernanda Surian

Professora de inglês desde 2008, Fernanda já coordenou professores, deu aula fora do Brasil e agora oferece um curso próprio com foco em inglês instrumental. Formada em nutrição, Fernanda foi se especializar no inglês cursando tradução e legendagem. É certificada por Cambridge e pelo CELTA. Em 2014, Fernanda se apaixonou pelo mundo do Crossfit e começou uma carreira de atleta de alta performance. Desde 2016, Fernanda uniu os dois mundos e hoje compartilha em seu blog informações preciosas sobre técnica, treino e autoconhecimento e oferece cursos com foco nesse universo do esporte, para ajudar coaches e alunos a melhorarem seu desempenho.

www.fernandasurian.com|

Comentários
Redação
Criado e desenvolvido por Dennis Moraes, o site SB24horas surgiu em 08 de janeiro de 2013. Após um tempo na cobertura de eventos, criou o portal com o objetivo de levar a informação regional ao mundo, através da web. Atualmente o portal ultrapassou a marca de 350 mil visualizações mensais. Nossa Visão Ser reconhecida pelo maior número de pessoas e se tornar referência entre os meios de comunicação da Região Metropolitana de Campinas, com o pioneirismo da TVWeb. Nossos Valores Compromisso com a verdade; Apuração dos fatos; Compromisso com a qualidade; Transparência, integridade e idoneidade; Comportamento ético; Responsabilidade com o público;
https://sb24horas.com.br