seg. jan 27th, 2020

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

CPFL Paulista amplia em 35,3% os investimentos no primeiro trimestre de 2017, para R$ 137 milhões

Campinas, Araraquara e Ribeirão Preto foram as cidades que receberam os maiores investimentos no período

 

A CPFL Paulista, distribuidora da CPFL Energia que atende a 4,3 milhões de consumidores em 234 cidades do Estado de São Paulo, investiu R$ 137 milhões na expansão, operação e manutenção do seu sistema de distribuição no primeiro trimestre de 2017. O valor representa um expressivo crescimento de 35,3% na comparação com igual período do ano passado, reforçando a qualidade do serviço prestado pela companhia e trazendo mais conforto e bem-estar aos seus clientes.

 

Dos R$ 137,03 milhões investidos pela concessionária no período, R$ 32,9 milhões foram direcionados aos serviços de atendimento ao cliente, que compreende as atividades como, ligação de clientes urbanos e rurais, instalação de medidores, melhorias da rede de iluminação pública, dentre outros. Esses investimentos possibilitaram a conexão de mais de 10 mil clientes dos segmentos residencial, comercial, industrial e rural no primeiro trimestre de 2017.

 

Ainda do montante, outros R$ 42,5 milhões foram aplicados em projetos que dão suporte ao crescimento do mercado, como o aumento da capacidade de subestações e linhas de transmissão, além da readequação das redes de distribuição. Entre os empreendimentos concluídos no período se destaca a ampliação da Subestação Prados, em Itapira, que R$ 7,4 milhões investimentos.

 

A CPFL Paulista também investiu R$ 18,1 milhões em ações de manutenção do sistema de distribuição, como substituição de transformadores, planos de manutenção e manutenções emergenciais. A empresa ainda destinou R$19,7 milhões em projetos de melhoramentos da rede, tais como melhorias nas redes primária e secundária, reforma de linha de transmissão e instalação de novos equipamentos. A execução de projetos especiais, como a incorporação de redes, consumiu outros R$ 12,3 milhões.

 

Dentre os municípios, Campinas ficou em primeiro lugar na lista de investimentos da CPFL Paulista, recebendo R$ 16,7 milhões. Deste montante, R$ 9,3 milhões foram destinados ao suporte do crescimento de mercado na região. Outros R$ 3,2 milhões foram investidos no melhoramento do sistema elétrico. Araraquara foi o segundo principal destino dos aportes, com R$ 6,2 milhões, e Ribeirão Preto, na terceira posição, com R$ 5,7 milhões (ver lista abaixo dos 15 maiores investimentos por cidade).

 

Os investimentos contribuem para que a CPFL Paulista tenha os melhores indicadores de continuidade no fornecimento de energia do País, segundo o ranking da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Em média, os clientes da concessionária ficaram 7,62 horas sem energia durante em 2016, o menor índice interrupção do Brasil, de acordo com o regulador. A frequência das interrupções é de 5 vezes, o terceiro mais baixo do País.

 

Para o presidente da CPFL Paulista, Carlos Zamboni Neto, a realização dos investimentos demonstra o compromisso da distribuidora com a excelência em serviços junto aos clientes e na manutenção da confiabilidade de seus sistemas. “As obras realizadas no primeiro trimestre desse ano trazem mais qualidade ao sistema elétrico. A continuidade no fornecimento de energia revela o papel da distribuidora em manter uma infraestrutura preparada, para responder às necessidades de crescimento e desenvolvimento da cidade”, afirma Zamboni.

 

As 15 cidades que receberam mais investimentos no período:

 

Cidades Valor Investido até o 1º trimestre de 2017
Campinas 16.746.613,97
Araraquara 6.273.155,89
Ribeirão Preto 5.692.353,44
São José do Rio Preto 4.171.341,75
Morro Agudo 4.125.712,91
Barretos 3.973.403,65
Botucatu 3.748.286,62
Bauru 3.672.003,17
Sertãozinho 3.509.704,19
Sumaré 3.397.422,54
Piracicaba 3.154.995,13
Araçatuba 2.584.439,97
Marília 2.253.361,13
Americana 2.204.388,92
Franca 2.088.417,94

 

Sobre a CPFL Energia

 

A CPFL Energia, há 104 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização e serviços. Desde janeiro de 2017, o Grupo faz parte da State Grid, estatal chinesa que é a segunda maior organização empresarial do mundo e a maior companhia de energia elétrica, atendendo 88% do território chinês e com operações na Itália, Austrália, Portugal, Filipinas e Hong Kong.

 

Com 14,3% de participação, a CPFL Energia é líder no mercado de distribuição, totalizando mais de 9,1 milhões de clientes em 679 cidades, entre os estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná. Na comercialização, é uma das líderes no mercado livre, com participação de mercado de 14,1% na venda para consumidores finais. É líder na comercialização de energia incentivada para clientes livres entre as comercializadoras.

 

Na geração, é a terceira maior agente privada do País, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis, como grandes hidrelétricas, usinas eólicas, térmicas a biomassa, Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH) e usina solar. Considerando a participação acionária na CPFL Renováveis, maior empresa de geração da América Latina a partir de fontes alternativas de energia, a capacidade instalada do Grupo CPFL alcançou 3.258 MW, no final do primeiro trimestre de 2017.

 

A CPFL Energia possui ações listadas no Novo Mercado da BM&FBovespa e ADR Nível III na NYSE, além de participar do Índice Dow Jones Sustainability Index Emerging Markets. Pelo 12º. ano consecutivo, as ações da companhia integram a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa. O Grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os maiores investidores brasileiros, por meio do Instituto CPFL.

Comentários

Dennis Moraes