fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Conheça as diferenças entre teletrabalho e home office

O home office tem se destacado nos últimos meses por conta da pandemia do novo coronavírus, mas a verdade é que ele já era uma tendência antes de tudo isso acontecer.

Em muitos países desenvolvidos, como nos Estados Unidos, o trabalho remoto já é uma realidade para boa parte dos profissionais e as empresas ganham muito com isso.

É a oportunidade perfeita para a organização economizar em muitos sentidos, como em infraestrutura, gastos com transporte dos funcionários, além de água, luz, internet, etc., podendo se focar em outros processos mais importantes.

Para os profissionais também há muitas vantagens, como poder trabalhar no conforto de casa, não ter gastos com alimentação, poder se organizar da maneira que for melhor e ainda trabalhar mais à vontade.

Só que existem duas modalidades de trabalho remoto que muitas vezes se confundem, sendo estas o home office e o teletrabalho. Mas para as leis trabalhistas eles se diferem e as empresas devem entender essas diferenças.

Pensando nisso, neste artigo, vamos falar sobre o que é cada uma dessas modalidades, as diferenças entre elas, como têm se destacado e dar algumas dicas para melhorar a produtividade.

O que é teletrabalho?

A reforma trabalhista que entrou em vigor em 2017 regularizou o teletrabalho e passou a defini-lo como uma jornada normal de trabalho, mas que é exercida fora das dependências da organização.

Ele pode ser realizado na casa do funcionário ou em um coworking. E esta modalidade de trabalho tem crescido consideravelmente, principalmente após a pandemia do novo coronavírus. O colaborador tem os mesmos direitos, como:  

  • Férias;
  • 13º salário;
  • Horas extras;
  • Folga semanal;
  • Jornada fixa;
  • Benefícios oferecidos pela empresa.

Portanto, o trabalhador será registrado e a organização arcará com todas as responsabilidades legislativas desse funcionário.

O que é home office?

O trabalho home office também diz respeito ao trabalho remunerado feito em casa. No entanto, trata-se de um termo mais abrangente que engloba tanto o teletrabalho (profissionais registrados) quanto o trabalho informal.

O home office é uma prática adotada por muitos profissionais autônomos que prestem trabalho para ferramentaria e usinagem e muitos outros, e também os freelancers.

Diferenças entre teletrabalho e home office na legislação

Diferentemente do teletrabalho, as leis trabalhistas não mencionam o home office, portanto, esta é a principal diferença entre as duas modalidades de trabalho remoto.

Dessa forma, as regras que se aplicam ao teletrabalho não se aplicam ao home office, uma vez que este não é regido pelas leis do trabalho presencial.

Portanto, quem trabalha em casa sendo regido por estas leis, têm os mesmos direitos e obrigações de quem está na empresa. Ou seja, precisam cumprir uma jornada de trabalho, tendo suas horas trabalhadas controladas por um superior.

Por outro lado, o profissional de home office, que geralmente são profissionais autônomos ou freelancers não tem obrigação de cumprir uma carga horária específica, tendo mais flexibilidade para executar suas tarefas.

Diferente de um funcionário de uma empresa de compressor de ar comprimido que trabalha para ela todos os dias, o profissional home office presta um serviço mais pontual, ou seja, não é sempre ou todos os dias.

Portanto, dispensa formalizações ou contrato de trabalho sob as determinações legais, ao contrário do teletrabalho que deve obedecer a uma série de determinações.

Como o home office ou teletrabalho tem se destacado

Desde março, o Brasil está enfrentando as mudanças e os problemas trazidos pela pandemia do coronavírus. Diante desse cenário assustador, muitas empresas tiveram que fechar suas portas e se reinventarem para não sofrer consequências piores.

A partir disso, muitas delas, como a parte administrativa de uma fabricante de produtos de jateamento abrasivo, alocaram seus funcionários para trabalharem em casa. Ou seja, essa modalidade de trabalho se tornou a salvação de muitas organizações.

O fato é que trabalhar em casa já era uma tendência, e tem se destacado e sido adotado por muitas empresas por suas vantagens, que vão além de uma mera necessidade por conta da pandemia. Dentre essas vantagens estão:

Mais tranquilidade para os funcionários

Funcionários tranqüilos trabalham melhor, pois não precisam se preocupar com os riscos à doença e também pelo fato de estarem em um ambiente mais amistoso. Com isso, a empresa acaba ganhando muito em produtividade.

Gastos menores

Uma empresa de serviços de portaria, por exemplo, vai ter menos gastos com seus funcionários da área administrativa no que tange à infraestrutura, contas de luz, água, internet, transporte, alimentação etc. Portanto, representa uma economia de gastos muito importante nesse momento.

Os colaboradores também gastam menos, inclusive o tempo de locomoção de casa até o trabalho, o que acaba por diminuir os atrasos.

Vantajoso para microempresas

Uma das vantagens do home office para os empregadores está na economia de encargos sociais e vantagens fiscais, como dispensa de Imposto de Renda, algo importante para as microempresas.

Escalas de trabalho mais flexíveis

As organizações ampliam as suas possibilidades com o home office. Por exemplo, uma desenvolvedora de software de gestão financeira pode passar a atender os seus clientes 24 horas por dia.

No entanto, é importante estar atento aos encargos da CLT, caso a organização decida mudar o horário de trabalho de seu colaborador.

Dicas para melhorar o produtividade no home office

Muitas pessoas mudaram suas rotinas e agora saíram do escritório para trabalhar em casa. Mas essa mudança de ambiente traz muitas dúvidas e dificuldades, principalmente no que diz respeito à produtividade.

Estar em casa pode impactar a mente mais do que se imagina, uma vez que casa é sinônimo de família, informalidade e outros fatores que nada têm a ver com o ambiente de trabalho, que é mais formal.

Só que, por mais que pareça difícil, é possível e necessário ter uma boa produtividade trabalhando em casa. Para isso, basta seguir algumas dicas, como:

Tenha um horário fixo de trabalho

É importante ter um horário fixo para trabalhar, por exemplo, 8 horas por dia, das 8 da manhã até às 17:00, com uma hora de almoço.

Quando você estipula isso, fica muito mais fácil entender que você está em casa, mas está para trabalhar. É importante deixar isso bem claro para as outras pessoas da família e até quem não mora com você.

Isso porque, no Brasil, ainda é comum que as pessoas acreditem que quem trabalha em casa trabalha menos e tem mais tempo sobrando.

Deixando essa informação bem clara, um profissional que trabalhe para uma desenvolvedora de software, por exemplo, conseguirá se concentrar melhor e ter a criatividade necessária para criar sistema para supermercado.

Seguir uma rotina

A rotina é importante na vida das pessoas em muitos momentos, mas principalmente no trabalho. Não é porque a pessoa trabalha em casa que ela pode acordar cada dia num horário, assim como não ter hora pra comer, pra dormir, etc.

O trabalho home office é o contrário, ele necessita ainda mais de disciplina e rotina bem elaboradas. Dessa forma, o profissional deve respeitar os horários, ou seja, acordar todos os dias no mesmo horário, almoçar no mesmo horário, etc.

Isso ajuda a organizar o dia e as tarefas, de modo a melhorar o desempenho do profissional, sem colocar em risco suas obrigações diárias.

Ter um espaço adequado para trabalhar

Quando falamos em ter um bom espaço para trabalhar, isso não significa ter a mesma estrutura do escritório de uma empresa de importação.

Um espaço adequado precisa contar com uma mesa de boa altura, uma cadeira confortável e os materiais que o profissional precisar, como computador, telefone, caneta, lápis, borracha e outros itens necessários.

Cabe à empresa providenciar a instalação de softwares e outros sistemas de trabalho. Ao colaborador, cabe apenas garantir e manter organizados os materiais de trabalho.

Neste espaço também é importante boa iluminação e ventilação. Lembrando que estes dois últimos são importantes não apenas para o trabalho, mas também para a saúde e bem-estar do trabalhador.

Priorizar tarefas  

Existem algumas tarefas que são mais urgentes ou importantes do que outras. Isso é normal na rotina de qualquer profissional, seja ele funcionário de fábrica de esquadrias de alumínio ou de qualquer outro segmento.

Sendo assim, é importante organizar essas tarefas de acordo com suas prioridades, para que as mais importantes e urgentes não atrasem ou acabem sendo esquecidas.

Conclusão

O teletrabalho ou home office têm muitas vantagens, mas também desafios, tanto para as empresas quanto para os profissionais, sejam estes funcionários ou autônomos.

Independentemente disso, é importante que eles compreendam essas modalidades e saibam aproveitá-las para expandir suas capacidades de trabalho e também se adaptarem a essa nova realidade que veio para ficar.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Comentários