fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Variedades

Como instalar e utilizar o ar-condicionado corretamente

Cuidados com a manutenção são importantes para preservar o aparelho e diminuir o gasto de energia.

 

Todo ano, no Brasil, a história se repete: com o verão e as altas temperaturas, a procura pelo ar-condicionado de parede nas lojas de eletrodomésticos dispara. Afinal, ninguém quer sofrer com o calor intenso em casa ou no ambiente de trabalho. Assim, o refrigerador acaba sendo a saída mais comum para contornar o problema. Porém, os interessados em adquirir um modelo do aparelho devem levar alguns fatores em consideração.

 

Ele requer manutenção para garantir um melhor funcionamento e dicas para utilizá-lo de forma mais eficiente, gastando menos energia e aumentando a durabilidade do produto. Abaixo, confira aspectos que você precisa estar atento, antes de instalar o aparelho, e hábitos que devem ser tomados para tornar a utilização mais proveitosa.

Local

É preciso observar questões de segurança antes de adquirir e instalar um ar-condicionado em sua residência. Certifique-se de que as instalações elétricas sejam adequadas para comportar o aparelho de refrigeração e o ambiente em que ele será instalado seja propício.

 

Para fazer a avaliação e a instalação, é indispensável a contratação de profissionais experientes da área, que irão conduzir o processo de forma segura. Especialistas podem ajudar na escolha mais indicada para sua situação e necessidade, enquanto engenheiros mecânicos serão os responsáveis por realizar a instalação apropriada do aparelho.

Incidência solar

Neste momento de avaliação, são levados em conta fatores como a incidência solar em determinado ambiente e por quanto tempo ela ocorre durante o dia. Isso é importante porque quanto maior for a presença do Sol, mais tempo o ar-condicionado irá levar para resfriar o ambiente. Uma forma de evitar isso é utilizar cortinas e persianas, exigindo menos do aparelho e gastando menos energia.

Manutenção

A durabilidade do equipamento e a saúde do usuário só poderão ser garantidas por meio de uma manutenção regular do ar-condicionado. Isso auxilia a diminuição do consumo de energia, melhora o rendimento e permite que o ar interno do cômodo tenha mais qualidade.

 

Se esse processo for negligenciado e o aparelho acumular sujeira, isso vai atrapalhar a qualidade do ar e diminuir a ventilação, além de aumentar o consumo de energia e causar mais prejuízo no bolso.

 

O manual do produto terá instruções sobre qual deve ser a frequência de limpeza do equipamento. Recomenda-se que, a cada 30 dias, aconteça uma higienização simples, utilizando um pano macio e seco no painel frontal. O filtro do ar-condicionado, por sua vez, deve ser lavado com água corrente, fria ou morna.

 

Uma recomendação dos especialistas é que se faça uma higienização mais minuciosa a cada seis meses. Essa limpeza deve ser feita por um técnico, que fará a lavagem de peças como turbina, bandeja do condensador, serpentina, entre outras.

Unidade externa

Ainda dentro do tópico de manutenção, lembre-se de cuidar e proteger a unidade externa ou condensadora do ar-condicionado. Como o nome sugere, esta é aquela parte instalada no lado de fora da casa, responsável por gelar o fluido refrigerante do equipamento.

 

Ela é feita com materiais resistentes, mas também requer cuidados. A condensadora fica exposta à luz do Sol, à maresia, à chuva e a outros desgastes climáticos. Além de limpeza, você pode utilizar protetores e aplicar revestimentos para protegê-la. Contudo, leia o manual do produto e ouça um profissional da área antes de fazer isso.

Ambiente fechado

Fique atento para que o ambiente com o ar-condicionado esteja sempre fechado, ou seja, com portas e janelas fechadas. Isso porque deixá-las abertas pode causar problemas no aparelho.

 

Uma maior circulação de oxigênio no ambiente obriga o ar-condicionado a trabalhar mais para retirar a umidade e resfriar o que está entrando. Além disso, quanto mais o ar-condicionado precisar trabalhar para manter a temperatura do ambiente, mais energia ele gasta.

Temperatura

Outro ponto importante é a regulação da temperatura no ambiente. Ao contrário do imaginário popular, diminuir a temperatura de forma radical não faz com que o cômodo resfrie mais rapidamente. O ideal é que, em dias quentes, coloque-se a temperatura entre 22º e 24ºC, o que deve deixar todos do ambiente satisfeitos.

Comentários