24horas Artigos / Opinião Dennis Moraes Santa Bárbara d´Oeste Variedades 

Comendador. O que é? Quem são eles?

Por Dennis Moraes

Existe Comendadores nos dias de hoje? Sim!

A primeira edição da Festa do Comendador Franz Müller, que aconteceu nessa última semana na cidade de Americana-SP, é uma conquista para nossa classe. O Comendador Müller que ajudou a cidade de Americana a se fortalecer no ramo têxtil, merecia mais esse reconhecimento por parte das autoridades da cidade. Franz Müller que nasceu na Alemanha em 1855, destacou-se por relevantes serviços prestados à colônia austríaca tendo recebido por isso o título de Comendador do imperador da Áustria, Francisco José I da Áustria, que reinou de 2 de dezembro de 1848 a 21 de novembro de 1916. O Comendador Franz Müller era uma pessoa tão querida, que quando faleceu em 1920, seus próprios funcionários encomendaram seu busto para homenageá-lo.

Não podemos esquecer também do grande Comendador Américo Emílio Romi, ex-prefeito da cidade de Santa Bárbara d´Oeste e fundador das Indústrias Romi S/A. Américo recebeu a comenda em 1955 quando também se tornou cidadão barbarense. Américo Emílio Romi nasceu em 1896 na cidade de São José do Rio Pardo-SP, faleceu em 15 de março de 1959.

Primeira Festa do Comendador aconteceu na cidade de Americana nesse último final de semana.

Esses grandes comendadores ajudaram demais o crescimento e reconhecimento da nossa região.

Antigamente, na época das monarquias, somente recebiam comendas, pessoas poderosas financeiramente ligadas as igrejas (eclesiásticos), cavaleiros de ordens militares que se destacavam em suas funções. No Brasil, as comendas tinham como função garantir o sucesso da empreitada colonizadora.

Com fim dos reinados e monarquias em muitos países, as comendas começaram a serem entregues a personalidades que contribuem para o engrandecimento da sociedade, seja por seus trabalhos ou influência social, esportiva, política ou econômica. Por isso o detentor de uma comenda é denominado Comendador.

Sabemos que como em todas as áreas existem pessoas picaretas que querem se dar bem pulando etapas… Infelizmente tem alguns que vendem títulos para ganhar dinheiro em cima de pessoas que são movidas pelo status e egocentrismo dos dias atuais. Sempre vai existir pessoas que vão cair nesse golpe, assim como muitos caíram no do “bilhete premiado”.

Desde a minha indicação em 2016 quando recebi a comenda de Comendador na Área da Comunicação pela Câmara Brasileira de Cultura, comecei a pesquisar mais sobre honrarias e pesquisar entidades que homenageiam membros com títulos de nobreza. Infelizmente podemos contar nos dedos as entidades que realmente fazem um trabalho verdadeiro e indicam pessoas que contribuem de verdade para o crescimento da sociedade em geral.

Muitas pessoas nos dias atuais não entendem o real significado dessas homenagens e preferem difamar a classe, espalhando mentiras e fofocas nas redes sociais. Graças a Deus temos ONG´s sérias e entidades realmente empenhadas em agregar pessoas que querem melhorar a vida do próximo, transmitindo conhecimento.

A Câmara Brasileira de Cultura, por exemplo, realiza um trabalho espetacular em todo território nacional. Uma ONG reconhecida internacionalmente que representa o universo Acadêmico, por intermédio dos seus Conselhos e acadêmicos da Academia de Ciências e Artes. A CBC apoia de forma irrestrita todas as manifestações de arte, desde a dança, passando pelas Artes Plásticas, até as Artes Cênicas. O próximo evento da CBC vai homenagear a belíssima cultura cigana, que muitas vezes é perseguida e discriminada pela falta de informação. Nosso país é riquíssimo em variedades de culturas e crenças, com isso, temos que valorizar sempre nossa cultura tupiniquim que esta cada vez mais esquecida pelas novas gerações.

Assim como no passado, as comendas atualmente são entregues para pessoas que se destacam em suas áreas de atuação. Nada mudou! O que mudou foi a modernidade que muitas vezes não entende o real sentido de valorizar pessoas que querem melhorar o mundo onde vivem para as próximas gerações colherem frutos. As antigas tradições sempre serão lembradas e ensinadas para um futuro promissor das novas gerações.

Quem não quer um mundo melhor para seus filhos e netos, não é mesmo?

Ajudar o próximo através do conhecimento, essa sempre será uma das grandes missões dos verdadeiros portadores e merecedores de comendas.

Dennis Moraes é Comendador outorgado pela Câmara Brasileira de Cultura, Jornalista e Diretor de Jornalismo do Portal SB24Horas
Comentários

Notícias relacionadas