Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Combinar peças de tons fortes é brega ou chique?

Há alguns anos, os looks monocromáticos, que transmitem uma ideia de discrição e minimalismo, têm feito a cabeça de diversas influencers e de blogueiras do universo fashion.

 

Recentemente, no entanto, algumas personalidades do mundo da moda começaram a apostar na tendência “color block”, na qual as peças de roupa mais coloridas e vibrantes fazem parte dos looks. O neon e as cores quentes, como o vermelho e o laranja, ajudam a compor a produção.

 

Em looks deste tipo é comum combinar, por exemplo, uma blusa vermelho carmim com uma calça em tons de roxo ou violeta. Os tons de néon, como o verde e o pink, também entram nas composições e dão um ar divertido e extravagante para as roupas.

 

Mas, afinal de contas, combinar as peças de roupa com tons fortes é brega ou é chique?

O que combina com a sua personalidade

Falar que algo é brega ou é chique é muito subjetivo, isto é, o que é chiquérrimo para uma pessoa pode ser feio e vulgar para outra. Por isso,  antes de falar que uma tendência ou um estilo de se vestir é chique ou brega deveríamos nos perguntar: para quem?

 

Quem tem uma personalidade mais introspectiva e tímida, certamente prefere um estilo de se vestir mais neutro, com cores menos chamativas. Para estas pessoas, looks monocromáticos podem ser extremamente fashion e chiques.

 

Agora quem tem uma personalidade forte e não tem vergonha de ser o centro das atenções certamente prefere roupas e tecidos mais extravagantes, com muitas estampas e cores fortes. Para estas pessoas, certamente, combinar peças de tons mais fortes é muito chique.

Como aderir à tendência das cores fortes

Combinar peças de roupa com cores fortes não é uma missão muito simples, isso porque a pessoa precisa se sentir confortável com a combinação. A boa notícia é que é possível criar diversos looks com uma paleta bem diversificada de cores.

 

Para isso, no entanto, é necessário ter em mente as cores primárias (amarelo, azul e vermelho) e as secundárias (laranja, violeta, verde).

Combinar cores análogas

As cores análogas são as mais próximas das tonalidades primárias. Por exemplo, o laranja e o rosa são análogas do vermelho (uma cor primária), assim como o roxo e o azul esverdeado são análogas do azul (outra primária).

 

Pense, então, em uma saia lápis vermelha e uma blusa em um tom de rosa. Não precisa ser um pink super forte, pode ser um tom mais calmo, como o rosa bebê. Nos pés, você pode optar ou por uma cor neutra, como o preto, ou por uma das cores do look.

 

Quer ousar um pouco mais? Que tal um vestido laranja com um blazer em tom de amarelo? Neste caso, você pode escolher um tom mais fechado, como o ouro envelhecido, o que deixa o visual mais equilibrado.

Combinar cores complementares

As cores complementares, geralmente, são opostas, como as quentes e as frias, mas, como o nome diz, elas se complementam, isto é, dialogam de forma harmônica.

 

Alguns dos exemplos mais fashion de combinação são o amarelo e o roxo e o azul e o laranja.

 

Pense, por exemplo, em uma saia em um tom mais forte, como o roxo, e uma blusa na cor amarela. Os tons de amarelo mais escuro dão um tom mais fashion para a produção e dão um toque mais sensual para o look. Nos pés, uma sandália preta é uma boa pedida.

 

Outra possibilidade interessante é combinar uma calça pantalona azul marinho com um cropped no tom laranja. Neste caso, além das peças equilibrarem o volume da produção, as cores também ficam super harmônicas e criam um look sofisticado e estiloso.

Combinar tons neon

As tonalidades de neon não são necessariamente cores fortes como o vermelho e o amarelo, por exemplo. Na verdade, elas são mais vibrantes do que propriamente fortes.

 

Se você torce o nariz para estas cores saiba que elas podem criar looks tão extravagantes quanto sofisticados. É isso mesmo que você leu! É muito possível investir no neon e ficar com um look requintado.

 

Um vestido mídi no pink, por exemplo, pode ficar super elegante com um cinto fino no amarelo neon. Já um macacão verde limão, por exemplo, conversa super bem com um scarpin laranja, por exemplo.

 

Perceba que, nestes casos, as cores devem dialogar e podem vir em alguns detalhes discretos, mas que dão um up na produção.

 

E aí, pronta para combinar cores fortes em seus próximos looks?

Comentários