seg. jan 20th, 2020

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Com golaço de Ricardo Oliveira, Santos segura o Audax na Vila e é campeão

Foto: Alexandre Battibugli

Foto: Alexandre Battibugli
Atacante marcou em jogada individual aos 44 minutos do primeiro tempo gol do 22º título santista.

O Santos venceu o Audax por 1 a 0 na tarde deste domingo (8), na Vila Belmiro, e conquistou o título do Paulistão Itaipava 2016.

Como se não existissem os mais de 15 mil santistas que lotaram a Vila Belmiro, o Audax jogou como se estivesse em casa e mandou no jogo, dominando as ações durante toda a partida. Ricardo Oliveira, em contra-ataque e belo drible, fez o belo gol e foi o herói santista do 22º título estadual.

A equipe visitante neutralizou a força santista em seu estádio de uma maneira bastante simples: posse de bola. Tendo o jogo sempre nos seus pés, o time de Fernando Diniz ditou o ritmo da partida, acuando o de Dorival Júnior.

Desta maneira, o Audax colecionou oportunidades desperdiçadas desde o primeiro minuto, quando Ytalo assustou o goleiro Vanderlei. Juninho em outras três oportunidades e Camacho, todos chutando de longe, também arriscaram, mas foi Tchê Tchê quem construiu a melhor oportunidade, quando chutou na trave aos 31 minutos.

Antes, o Santos havia esboçado uma reação impulsionado por Paulinho, que entrara na vaga de Lucas Lima, dúvida para a partida e que saiu machucado aos 24 minutos. O atacante santista teve aos 32 minutos de jogo a melhor chance dos donos da casa, quando chutou da entrada da área para a defesa de Sidão. A bola ainda bateu no rosto do arqueiro e ninguém do Santos aproveitou o rebote.

Sem condições coletivas de enfrentar a equipe de Osasco, o Santos precisava fazer valer o peso de sua camisa na base da individualidade de seus jogadores. Foi o que aconteceu a um minuto do fim do primeiro tempo. Vitor Bueno arrancou da intermediária defensiva e achou Ricardo Oliveira em condições de partir no mano a mano com o zagueiro que ficou para trás após a bola passar por baixo das suas pernas. Na sequência, ótimo toque também por entre as pernas do goleiro Sidão para o camisa 9 marcar um golaço na Vila Belmiro.

Em desvantagem no placar, os visitantes partiram ainda mais ao ataque, já que Fernando Diniz voltou sem Francis, defensor, que saiu para a entrada de Rodolfo, atacante. Apesar da mudança de postura tática que colocou ainda mais jogadores no campo de defesa santista, o Audax não conseguiu criar tanto e somente aos dez minutos veio a assustar. Vanderlei espalmou falta cobrada por Velicka e teve de sair nos pés de Ytalo para evitar o gol de empate.

Sem tanta inspiração e fôlego como no primeiro tempo, os visitantes deram espaço para o Santos equilibrar a partida criando chances sempre no contra ataque. Assim, Ronaldo Mendes e Paulinho obrigaram Sidão a fazer duas boas defesas, enquanto Ytalo cabeceava na trave do outro lado.

Nos minutos finais não faltaram emoções. Joel marcou, mas estava em impedimento, Ronaldo Mendes perdeu ótima oportunidade já sem goleiro e Vanderlei segurou firme a última tentativa do Audax em empatar a partida. A Vila Belmiro, aliviada, comemorou mais uma vez.

FPF

Comentários

Dennis Moraes