Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Com agravamento da pandemia, Apeoesp promove abaixo-assinado pelo fechamento das escolas

Em Piracicaba, professores fazem carreata contra as aulas presenciais

 

Tendo como base o agravamento da epidemia do covid-19 no Brasil e no Estado de São Paulo, a Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo)  acaba de lançar abaixo-assinado para pressionar o governador João Doria (PÇSDB) a tomar medidas urgentes e necessárias, com o fechamento das escolas estaduais e a manutenção das aulas remotas em função do agravamento da pandemia do coronavírus. Já em Piracicaba, onde levantamento da Apeoesp revela cinco casos de professores contaminados pela covid-19, nesta tarde de quarta-feira, 03 de março, professores que estão em greve contra as aulas presenciais, promovem carreata pela em defesa da vida. Eles sairão de frente do gabinete da deputada estadual Professora Bebel (PT),  presidenta da Apeoesp, localizado na rua Governador Pedro de Toledo, 1765, às 14 horas, e percorrerão a região central da cidade, seguido de panfletagem nas imediações da Praça José Bonifácio, como forma de conscientizar a população dos riscos que toda comunidade escolar está correndo com a reabertura das escolas.

De acordo com a Professora Bebel, no abaixo-assinado, dirigido ao governador João Doria e ao secretário estadual de Educação, Rossieli Soares, que pode ser acessado pelo link  https://secure.avaaz.org/…/governador_doria_e…/,

a população irá manifestar sua posição favorável ao fechamento de todas as escolas estaduais, como medida de prevenção e defesa da vida! “O abaixo-assinado também é em defesa da vacinação dos profissionais da educação na primeira etapa, juntamente com idosos, profissionais da saúde e demais segmentos prioritários”

Em suas páginas nas redes sociais, a deputada estadual Professora Bebel (PT) pede apoio e assinatura ao abaixo-assinado. “Ajude-nos a pressionar o Governo Estadual pelo fechamento das escolas estaduais, como forma de prevenção, em defesa da vida, enquanto a comunidade escolar não estiver segura. E para que todos os profissionais da educação sejam vacinados contra a Covid-19 já na primeira fase da vacinação. A saúde de nossas crianças, de toda comunidade escolar e mesmo da sociedade em geral depende disso! #VacinaJá para todos os profissionais da Educação #EscolasFechadasVidasPreservadas”.

No abaixo-assinado, ainda, a presidenta da Apeoesp enfatiza que diante do agravamento da epidemia do novo coronavírus, inclusive com a presença no território nacional de novas variantes do novo coronavírus com alto potencial e contágio e carga viral que pode chegar a dez vezes mais que a da variante original do vírus, assim como pelo fato de que essas novas variantes estarem provocando a covid 19 em pessoas mais jovens, inclusive causando óbitos em crianças e adolescentes, somada a precariedade das condições estruturais e a falta de pessoal e outras condições objetivas para a garantia da segurança sanitária nas escolas estaduais paulistas, reivindica a suspensão das atividades presenciais e fechamento de todas as escolas estaduais, como medida de prevenção e defesa da vida, com a manutenção do trabalho remoto para professores, estudantes e funcionários, além da vacinação dos profissionais da educação na primeira etapa, juntamente com idosos, profissionais da saúde e demais segmentos prioritários.

 

Texto de Vanderlei Zampaulo –MTb-20.124