Coleta de Lixo: Meio Ambiente alerta para descarte correto de resíduos


Os coletores de lixo de Santa Bárbara d’Oeste percorrem vários quilômetros diariamente para a coleta dos resíduos sólidos descartados pela população. O trabalho, fundamental para manutenção da limpeza da cidade, além de desgastante aos profissionais apresenta riscos em virtude do descarte irregular de materiais que podem ocasionar cortes nas mãos, pés ou pernas dos coletores. Diante disso, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, alerta para o acondicionamento dos resíduos de forma segura.

 

De acordo com dados da pasta, embora nenhum acidente tenha sido registrado neste ano por conta de cacos de vidro, palitos de churrasco, pregos, gravetos, entre outros, houve um aumento do descarte destes materiais de forma inadequada. Outro ponto a ser ressaltado é que muitos destes materiais são recicláveis, com o descarte devendo ser realizado no sistema da Coleta Seletiva.

 

“É importante que as pessoas descartem esses tipos de resíduos de forma correta, isto é, que eles estejam embalados de forma a não machucar ninguém. Com exceção dos gravetos de madeira, os resíduos são recicláveis e deveriam ser destinados para a Coleta Seletiva. Vale ressaltar que, mesmo assim, estes resíduos devem ser embalados do mesmo jeito e se possível identificados para que quando chegarem na mesa de triagem na cooperativa de reciclagem não cortem as mãos dos Cooperados”, afirmou o secretário de Meio Ambiente de Santa Bárbara d’Oeste, Cléber Canteiro.

 

Uma forma de embalar adequadamente é enrolar os cacos de vidro em jornal e depois colocar em caixas de leite. Os gravetos, pregos e palitos de churrasco podem ser colocados em garrafas PET. “Nenhum acidente grave foi registrado recentemente. Mesmo assim, pedimos a colaboração mais uma vez dos munícipes para que ao descartar objetos cortantes e cacos de vidro no lixo, estes estejam devidamente embalados em jornais, caixa de papelão ou caixa de leite”, comentou o chefe da coleta, Donaldson da Silva Cardoso. “Essas medidas são importantes para que os coletores de lixo não se machuquem e, assim, possam continuar trabalhando para manter nossa cidade limpa”, acrescentou.

 

 

Foto: Luís Eduardo Deffanti

 

Assessoria de Imprensa

Comentários

Notícias relacionadas