Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Cerca de 100 alunos da Oficina de Judô Socioeducativo da Estação Cultural trocarão de faixa

Chega ao fim mais um ano das oficinas do projeto “Judô Socioeducativo”, realizado pela Estação Cultural da Fundação Romi em conjunto com a Associação Paulo Alvim de Judô de Atibaia (APAJA) e apoio cultural da Secretaria Municipal de Promoção Social de Santa Bárbara d´Oeste por meio do Fundo Municipal de Assistência Social de Santa Bárbara d´Oeste do Conselho Municipal de Assistência Social. Para celebrar o encerramento do sexto ano de projeto será realizado o Bonenkai – uma tradição japonesa que acontece em dezembro como despedida do ano velho. Nele, na Estação Cultural, cerca de 100 judocas, crianças e adolescentes, receberão a nova graduação marcando a evolução de seu desempenho ante 2017. Cada cor da faixa simboliza um ciclo de aprendizagem. No Brasil, segue-se a seguinte ordem de cores: branca, cinza, azul, amarela, laranja, verde, roxa, marrom e preta.

O evento acontece no Armazém da Estação, dia 13 de dezembro, quarta-feira, a partir das 19h30. Iniciada em 2012, a oficina, que já recebeu aproximadamente 1000 (mil) crianças ao longo de sua vigência, é gratuita e voltada para crianças e adolescentes a partir dos cinco anos, sobretudo, estudantes da rede pública de ensino no contraturno de suas atividades escolares. As aulas de judô promovem a inclusão social e a aquisição de componentes morais e éticos, indispensáveis para o desenvolvimento harmonioso de caráter do cidadão, aumentando o número de atendimentos às crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade social de Santa Bárbara d’Oeste.

Para professora responsável pelo projeto e educadora física Angélica da Silva, que é judoca, o esporte é hoje uma profissão promissora e com reais perspectivas de crescimento no Brasil e no exterior. “Leva as crianças a mais uma oportunidade para se inserir na nossa sociedade, o projeto também desperta o interesse pela prática desportiva, hábito que quando adquirido nesta faixa etária acompanha o individuo por toda a vida”, comenta a “sensei”, mestre em japonês, Angélica.

O objetivo do Judô Socioeducativo é o desenvolvimento do serviço de convivência e o fortalecimento de vínculos para crianças e adolescentes do município, e a oficina acontece toda quarta-feira e sexta-feira na Estação Cultural, nos períodos da manhã e tarde, no contraturno escolar. Nas aulas são usados materiais didáticos de apoio pedagógico que ajudam no melhor resultado do trabalho aplicado, principalmente nas atividades lúdicas que visam o desenvolvimento da coordenação motora, cooperação e desenvolvimento cognitivo. Para 2018 já estão abertas inscrições aos interessados em participar do projeto. As atividades retornam em 24 de janeiro de 2018, e será oferecida em três horários: das 9h às 10h20, das 13h10 às 14h10 e das 14h10 às 15h10. As inscrições podem ser feitas de terça a sexta das 09h30 às 17h30, aos sábado das 08h30 às 16h30 e, aos domingos, das 08h30 às 11h30.

Serviço – O Bonenkai acontece na Estação Cultural da Fundação Romi, dia 13 de dezembro, quarta-feira, a partir das 19h30. A entrada é franca. A Estação Cultural está localizada na Avenida Tiradentes, 02, no Centro de Santa Bárbara d´Oeste, SP. (19) 3455-4833 ou 3455-4830. www.estacaocultural.org.br. Inscrições abertas para 2018. Início das atividades em 24 de janeiro de 2018, em três horários: das 9h às 10h20, das 13h10 às 14h10 e das 14h10 às 15h10. As inscrições podem ser feitas, presencialmente, de terça a sexta das 09h30 às 17h30, aos sábado das 08h30 às 16h30 e, aos domingos, das 08h30 às 11h30.

Sobre a Estação Cultural

Inaugurada em 2007, a Estação Cultural ocupa a antiga estação ferroviária de Santa Bárbara d´Oeste, revitalizada pela Fundação Romi. A Estação Cultural é um lugar de encontros plurais e multiculturais, onde a comunidade pode aprimorar a sua percepção acerca da cultura local e regional, divulgar valores, trocar vivências, adquirir conhecimentos, experimentar emoções, elaborar pensamentos, tomar iniciativas e ajudar a constituir a identidade cultural da cidade e região. A Estação Cultural está localizada na Avenida Tiradentes, 02, no Centro de Santa Bárbara d´Oeste, SP. (19) 3455-4833 ou 3455-4830. www.estacaocultural.org.br.

Sobre a Fundação Romi

Criada em 1957, em Santa Bárbara d’Oeste, pelo casal Américo Emílio Romi e Olímpia Gelli Romi, a Fundação Romi tem como missão promover o desenvolvimento social e humano através da educação e cultura. Pioneira na promoção da comunidade regional e na realização de ações sociais, atende mais de 30 mil pessoas por ano através de seus dois grandes eixos: Educação e Cultura. Dentre suas ações está a manutenção do Núcleo de Educação Integrada, sua escola de Ensino Fundamental II, com atendimento integral de 300 adolescentes, e o Centro de Vivências do Desenvolvimento Infantil, sua escola de Educação Infantil, voltada, prioritariamente, para o atendimento de mais de 100 crianças em situação de vulnerabilidade social. Além disso, promove, através de seu Centro de Documentação Histórica, o projeto de Educação Patrimonial que atende mais de 8 mil crianças, da rede municipal do Ensino Fundamental I, para reconhecimento e conhecimento da história local como elemento de cultura e cidadania, e o Processamento Técnico da memória do município para guarda, preservação e disponibilização do acervo à população para consulta e pesquisa. Não bastasse isso, por meio de oficinas livres, culturais e de formação, a Estação Cultural atende mais de 10 mil pessoas por meio de projetos de fomento à economia criativa, de elevação do status cultural e de ações socioeducativas. Tendo como apoiadora a Indústrias Romi S.A., instituições governamentais e não governamentais e demais parceiros da iniciativa privada, a Fundação Romi objetiva, continuamente, atingir um maior número de beneficiários por meio de suas áreas de atuação, seus programas e projetos. Av. Monte Castelo, 1095, Jd. Primavera – Santa Bárbara d’Oeste, SP. (19) 3499-1555. www.fundacaoromi.org.br.

Comentários

Dennis Moraes