SB24Horas

Notícia na hora certa!

Centro Infantil Boldrini receberá R$ 318,4 mil da edição do McDia Feliz 2019

A campanha, em sua 31ª edição, arrecadou o total R$ 24,3 milhões

O Centro Infantil Boldrini, referência no tratamento do câncer infantil e de doenças hematológicas, será contemplado com a campanha McDia Feliz 2019, com o repasse de R$ 318.409,35. A 31ª edição do McDiaFeliz, realizada no dia 24 de agosto deste ano, arrecadou ao todo R$ 24,3 milhões e beneficiará, neste ano, 59 instituições ligadas à oncologia pediátrica e 86 projetos de 21 estados brasileiros selecionados pelo Instituto Ronald McDonald.

O Boldrini será beneficiado com as vendas dos tíquetes antecipados, de produtos promocionais com a marca McDia Feliz e com a venda dos sanduíches Big Mac realizadas nas cidades de Campinas, Araras, Atibaia, Bragança Paulista, Poços de Caldas, Sumaré, Hortolândia, Indaiatuba, Leme, Limeira, Mogi Guaçu, Mogi Mirim, Paulínia, Piracicaba, Rio Claro, São João da Boa Vista e Valinhos.

A verba arrecadada será revertida para dois importantes projetos: o início da pesquisa de novas drogas no tratamento de recaídas de Leucemia Linfoide Aguda e no estudo do Coorte de Nascimentos.

Segundo o pesquisador do Centro, Dr. Andrés Yunes, “existem alguns casos em que a Leucemia Linfoide se torna resistente ao tratamento e é preciso achar novas drogas. A pesquisa que será implantada com essa verba fará a análise genética de 15 amostras do nosso biobanco, observando as mutações delas e em paralelo testando essas novas drogas quimioterápicas”, explica.

Já o estudo do Coorte de Nascimentos, que também será beneficiado pelo McDia Feliz 2019, já foi implantado e nesta fase de execução visa acompanhar, ao longo dos próximos 30 anos, 100 mil grávidas e suas crianças até 18 anos de idade, analisando  as influências ambientais, estilo de vida, uso de medicamentos, poluentes ambientais, entre outros, no desenvolvimento de doenças nos primeiros anos de vida da criança, inclusive intrauterina, de forma a trazer novas perspectivas para a compreensão da saúde infantil.  O objetivo é detectar possíveis associações entre esses fatores e o comprometimento da saúde fetal, como malformações congênitas, alterações imunes, doenças metabólicas, câncer, entre outros.

A 31ª edição da mobilização contou com o apoio de milhares de voluntários, além de vários fornecedores do sistema McDonald’s, a comunidade de franqueados e parceiros que foram decisivos para fazer desta arrecadação um grande sucesso. Além de todo esse suporte, o McDia Feliz 2019 contou com a participação de Felipe Andreoli, embaixador nacional da campanha, que abraçou a causa e convocou toda a sociedade a participar da mobilização.

“Em mais um ano da campanha, vimos a união de voluntários, parceiros, celebridades, clientes, franqueados e a sociedade em prol da nossa causa. O McDia é construído com amor e com a certeza que cada um precisa fazer a sua parte para ampliar as chances de cura para as nossas crianças e adolescentes com câncer no Brasil. Cada Big Mac conta!”, destaca Francisco Neves, superintendente do Instituto Ronald McDonald.

Impacto social ampliado

Desde 2018, o McDia Feliz, que chega a sua 31ª edição, ampliou seu impacto social e passou a beneficiar duas causas de grande importância no Brasil: saúde e educação. Sendo assim, em mais uma edição, além do combate ao câncer infantojuvenil, que hoje é a maior causa de morte de crianças e adolescentes, através das instituições apoiadas pelo Instituto Ronald McDonald, a campanha também destinará recursos para o Instituto Ayrton Senna, organização não governamental que, há mais de 20 anos, trabalha para desenvolver o potencial das novas gerações por meio da educação integral, ampliando suas oportunidades de vida e tornando-as agentes de transformação.

Sobre o Centro Infantil Boldrini

Centro Infantil Boldrini − maior hospital especializado na América Latina, localizado em Campinas, que há 41 anos atua no cuidado a crianças e adolescentes com câncer e doenças do sangue. Atualmente, o Boldrini trata cerca de 10 mil pacientes de diversas cidades brasileiras e alguns de países da América Latina, a maioria (80%) pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Um dos centros mais avançados do país, o Boldrini reúne alta tecnologia em diagnóstico e tratamento clínico especializado, comparáveis ao Primeiro Mundo, disponibilidade de leitos e atendimento humanitário às crianças portadoras dessas doenças. www.boldrini.org.br

Sobre o Instituto Ronald McDonald

Organização sem fins lucrativos, o Instituto Ronald McDonald (IRM) atua há 20 anos para aproximar famílias da cura do câncer infantojuvenil e aumentar as chances de cura da doença aos mesmos patamares dos países com alto Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Para atingir esse objetivo, o Instituto Ronald McDonald trabalha promovendo a estruturação de hospitais especializados, a hospedagem para famílias que residem longe dos hospitais, a capacita profissionais de saúde para realizarem o diagnóstico precoce, incentiva a adesão a protocolos clínicos e promove disseminação de conhecimento sobre a causa. A ONG faz parte do sistema beneficente global Ronald McDonald House Charities (RMHC), presente em mais de 60 países, coordenando os programas globais: Casa Ronald McDonald, voltado para a hospedagem, transporte e alimentação dos pacientes; e o Programa Espaço da Família Ronald McDonald, que torna menos desgastante o dia a dia das famílias durante o tratamento. No Brasil, há ainda outros dois programas locais: Atenção Integral e Diagnóstico Precoce, com ações específicas de combate ao câncer infanto-juvenil. O Instituto conta com o apoio de diversas empresas e pessoas físicas para desenvolver e manter seus programas. Saiba mais sobre as fontes de arrecadação, os programas e as instituições beneficiadas em www.institutoronald.org.br.