Brasil / Mundo Santa Bárbara d´Oeste 

Centro de Atendimento do Programa Estrada para Saúde, da CCR AutoBAn, completa 10 anos

Em lembrança ao aniversário do programa, Instituto CCR e CCR AutoBAn oferecem café da manhã e da tarde aos caminhoneiros nesta quarta-feira, 31

 

Em comemoração aos dez anos do Centro de Atendimento do Programa Estrada para Saúde – localizado no km 56 da pista sul (sentido interior-capital) da Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) –  celebrado neste mês de agosto, Instituto CCR e  CCR AutoBAn, concessionária que administra o Sistema Anhanguera-Bandeirantes, oferecem nesta quarta-feira, 31, ao longo de todo dia, café da manhã e da tarde, inclusive com bolo de aniversário, para os caminhoneiros que frequentarem o local.

 

Ao longo desses dez anos, o  Estrada para Saúde acumulou números impressionantes: mais de 100 mil caminheiros atendidos com os serviços oferecidos pela equipe de saúde, como testes de diabetes, triglicérides e colesterol, acuidade visual, medições de pressão arterial e do Índice de Massa Corporal (IMC), tratamento dentário preventivo, além de corte de cabelo, massagem bioenergética, cuidados com os pés (podologia) e acesso à internet.

 

Nesse período foram realizados quase 50 mil cortes de cabelo, 45 mil atendimentos de enfermagem e 30 mil consultas odontológicas. “A rotina dos caminhoneiros impede muitas vezes que eles possam ter tempo para cuidar da saúde e também da aparência, o que justifica o sucesso do nosso Programa”, explica o coordenador médico da CCR AutoBAn, Mário Jorge de Castro Kodama.

 

Ainda de acordo com o coordenador médico da CCR AutoBAn, o Programa Estrada para Saúde tem o objetivo de trabalhar a prevenção e a conscientização dos caminhoneiros sobre, principalmente, a adoção de hábitos saudáveis. “Incentivamos a mudança de comportamento, principalmente em relação à alimentação e a prática de exercícios. Ensinamos atividades que podem ser feitas na própria boleia do caminhão, durante os períodos de descanso, por exemplo”, explica. “Cuidando da saúde do caminhoneiro, estamos não só melhorando a qualidade de vida deste profissional, mas também buscamos reduzir os acidentes nas rodovias”, completa Kodama.

 

De janeiro a julho de 2016, cerca de 10 mil caminhoneiros passaram pelas instalações do Programa. Entre os serviços mais utilizados neste ano estão: corte de cabelo, enfermagem e massagem bioenergética.

 

Qualquer caminhoneiro pode utilizar os serviços do Programa Estrada para a Saúde. Basta procurar o Centro de Atendimento de segunda a sexta-feira, entre às 8h30 e 12h30 e das 13h30 às 21h e preencher um cadastro. O serviço é gratuito.

 

O Estrada para a Saúde

Atenta às dificuldades do caminhoneiro para cuidar da saúde e aos riscos de acidentes decorrentes de problemas como o sono e a automedicação, a CCR AutoBAn, concessionária que integra o Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo, inaugurou  o posto de atendimento fixo do Programa Estrada para a Saúde em agosto de 2006. O programa funciona em um moderno Centro de Atendimento de 260 m² instalado na Área de Descanso do Caminhoneiro, no km 56 da pista sentido Interior-Capital da Rodovia dos Bandeirantes, junto ao Posto de Serviços Graal, em Jundiaí.
Serviços oferecidos: Corte de cabelo, massagem bioenergética, cuidados com os pés (podologia), testes de diabetes, triglicérides e colesterol, acuidade visual, medições de pressão arterial e do Índice de Massa Corporal (IMC), tratamento dentário preventivo, acesso à internet. O projeto patrocínio da Mercedes-Benz e parceria com a Rede Graal e Interodonto.

 

Sobre a CCR AutoBAn

A CCR AutoBAn é responsável, desde 1º de maio de 1998, pela administração do Sistema Anhanguera-Bandeirantes. A concessionária gerencia 316,8 quilômetros de rodovias, compreendendo a SP-330 (Via Anhanguera), de São Paulo a Cordeirópolis, com extensão de 147,04 quilômetros; a SP 348 (Rodovia dos Bandeirantes), de São Paulo a Cordeirópolis, com 159,67 quilômetros de extensão; a SP-300 (Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto), com extensão de 2,6 quilômetros e a interligação SPI-102/330 (Rodovia Adalberto Panzan), com extensão de 7,44 quilômetros. Foi a quinta concessionária a integrar o Grupo CCR.

 

Sobre o Grupo CCR

Fundado em 1999, o Grupo CCR é uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina. Controla, atualmente, 3.284 quilômetros de rodovias sob a gestão das concessionárias CCR Ponte (RJ), CCR NovaDutra (SP-RJ), CCR ViaLagos (RJ), CCR RodoNorte (PR), CCR AutoBAn (SP), CCR ViaOeste (SP), CCR RodoAnel (SP), Renovias (SP), CCR SPVias (SP) e CCR MSVia (MS). Também faz parte do controle acionário da concessionária ViaRio, responsável pela construção e operação do Corredor Expresso Transolímpica, no Rio de Janeiro. O Grupo CCR atua ainda em negócios correlatos, tendo participação de 34,25% na STP, que opera o serviço de cobrança automática de pedágios e estacionamentos. Além disso, o Grupo CCR está presente  no segmento de transporte de passageiros por meio das concessionárias ViaQuatro, CCR Barcas e CCR Metrô Bahia, responsáveis, respectivamente, pela operação da Linha 4-Amarela do metrô de São Paulo, pelo transporte aquaviário de passageiros  no Rio de Janeiro e pelo sistema metroviário de Salvador e Lauro de Freitas, além de ter participação na concessão do VLT Carioca (Veículo Leve sobre Trilhos), que interligará a região portuária e o centro do Rio de Janeiro. O grupo ingressou, em 2012, no setor aeroportuário, com a aquisição de participação acionária nas concessionárias dos aeroportos internacionais de Quito (Equador), San Jose (Costa Rica) e Curaçao. No Brasil, possui a concessionária BH Airport responsável pela gestão do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Comprometida com o desenvolvimento sustentável, a CCR assinou o Pacto Global da ONU e em 2015 faz parte da carteira teórica do ISE – Índice de Sustentabilidade Empresarial – da BM&FBovespa pelo quarto ano consecutivo. Em 2013 e 2014, o Grupo CCR foi escolhido o melhor na categoria infraestrutura pelo Guia Exame de Sustentabilidade.  Emprega, atualmente, cerca de 12 mil colaboradores.

 

 

Comentários

Leia também...