Piracicaba 

Central de Cadastro Único de Piracicaba alerta para ligações sobre Bolsa Família

A Central de Cadastro Único de Piracicaba alerta para ligações sobre o Programa Bolsa Família que estão sendo feitas para usuários e que não estão partindo da equipe do Cadastro. O alerta acontece após três pessoas procurarem a unidade para relatarem ter recebido ligação no último sábado dizendo que foram beneficiados pelo Programa e que deveriam atualizar o cadastro.

Conforme explica a coordenadora do Cadastro Único, Jéssica Sims Pimentel, as ligações não partiram do serviço. Jéssica alerta que a equipe entra sim em contato com usuários quando o usuário se torna beneficiário e não vai retirar o valor. “Mas nós não ligamos de sábado e normalmente nos limitamos a avisar sobre a liberação do valor em conta e até quando ele ficará disponível. Quase sempre os usuários que passam a ser beneficiários do Programa já estão com o cadastro atualizado, mas senão estão, nós pedimos para que eles compareçam ao Cadastro munidos de alguns documentos, mas nunca pedimos números por telefone.”

Por isso o Cadastro alerta à população que não forneça número de documentos por telefone e que se tiver dúvidas quanto ao benefício ou atualização de cadastro, que entre em contato com a Central para tirar as dúvidas.

O cadastro único está localizado na Rua XV de novembro, 1219 e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Os telefones para contato são 3435.4161 / 3432.6167 / 3422.9052.

Cadastro Único – O cadastro único é a porta de entrada para as famílias acessarem diversas políticas públicas. É um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda, permitindo que o governo conheça melhor a realidade socioeconômica dessa população. Conforme informações inscritas no sítio do Ministério do Desenvolvimento Social, desde 2003, ele se tornou o principal instrumento do Estado brasileiro para a seleção e a inclusão de famílias de baixa renda em programas federais, sendo usado obrigatoriamente para a concessão dos benefícios como o Programa Bolsa Família, a Tarifa Social de Energia Elétrica, o Programa Minha Casa Minha Vida, a Bolsa Verde, entre outros. Além de benefícios da União, ele também pode ser utilizado para a seleção de beneficiários de programas ofertados pelos governos estaduais e municipais.

A execução do Cadastro Único é de responsabilidade compartilhada entre o governo federal, os estados, os municípios e o Distrito Federal.

Em Piracicaba, a Central de Cadastro Único é executada numa parceria entre a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (Smads) e a Afascom (Associação Franciscana de Assistência Social Coração de Maria)

O cadastro único deve ser atualizado pelos usuários a cada dois anos ou quando houver alterações em informações apresentadas, tais como nascimento ou morte de alguém da família, mudança de endereço ou mudança de renda, entrada ou transferência de escola, por exemplo.

Podem realizar o cadastro único famílias com renda mensal de até meio salário-mínimo por pessoa ou famílias com renda mensal total de até três salários-mínimos. Uma pessoa da família deve ser responsável por prestar informações de todos os membros da família e deve ter pelo menos 16 anos e, preferencialmente, ser mulher.

Comentários

Leia também...