Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

CEDOC da Fundação Romi realiza, dia 11 de dezembro, caminhada fotográfica

O Centro de Documentação Histórica – CEDOC da Fundação Romi irá realizar dia 11 de dezembro de 2021, sábado, das 8 às 11 horas uma caminhada fotográfica chamada CAMINHOS DA HISTÓRIA. Para participar da ação educativa extramuros “Caminhos da História” é necessário realizar inscrição através do link https://forms.office.com/Pages/ResponsePage.aspx?id=bQVStn84H0iD-TNwyniqBtMWT9JUMEpMv9eq0ocI74VUMFRTWFROMVgyNlFKNUFQNzJZR0VTUUlXSi4u, de 18 a 29 de outubro de 2021. O regulamento está disponível para leitura em https://fundacaoromi.org.br/fundacao/galeria_publicacao/REGULAMENTO__CAMINHOS_DA_HISTORIA_15102021094048.pdf.  A atividade é gratuita e destinada a fotógrafos profissionais, amadores ou amantes da fotografia. Será disponibilizado intérprete de libras.

A caminhada estava programada para acontecer em 2020,mas foi suspensa em razão da pandemia da COVID-19. “Todos os que se inscreveram foram contatados e, agora abrimos novas inscrições para vagas remanescentes. Os interessados precisam ser fotógrafos profissionais, amadores ou amantes da fotografia. A atividade é gratuita, e contará com um profissional Intérprete de Língua Brasileira de Sinais- LIBRAS”, explica a coordenadora do Centro de Documentação Histórica da Fundação Romi Sandra Edilene de Souza Barboza. A atividade atenderá todas medidas restritivas e sanitárias vigentes, editadas pelas autoridades competentes sendo indispensável o uso de MÁSCARA.

O trajeto terá início na Estação Cultural da Fundação Romi, passando pela Companhia Fiação e Tecelagem Santa Bárbara, Defesa Civil, Ouvidoria Municipal, 1º Distrito Policial de Santa Bárbara, Igreja Presbiteriana, EE. José Gabriel de Oliveira, Praça Central, finalizando na Igreja Matriz Santa Bárbara. O objetivo da atividade é estimular os participantes a registrarem através de fotos, pontos históricos de Santa Bárbara d’Oeste, assim como fez no passado o fotógrafo Augusto Strazdin.

Essa ação faz parte do projeto “Imagens Reveladas. Tesouros Escondidos”, apresentado pelo Ministério do Turismo, por meio da Secretaria Especial da Cultura, e com o patrocínio da Indústrias Romi, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura. Trata-se de um projeto a partir do acervo do fotógrafo Augusto Strazdin (1900-1986) que durante décadas registrou Santa Bárbara d’Oeste e seus acontecimentos políticos, sociais e esportivos.

Augusto Strazdin nasceu na Letônia e, em 1927, veio para o Brasil. Como fotógrafo trabalhou em muitas cidades até se estabelecer em Santa Bárbara d’Oeste e, em 1937 montar o estúdio “Fotografia Santa Bárbara”. Strazdin em seu estúdio produziu muitos retratos, e também por mais de 40 anos fez inúmeras imagens de Santa Bárbara d’Oeste que são de extrema importância para o resgate da memória e da história local, pois, retratam a arquitetura, o cotidiano, a ocupação e o desenvolvimento do município.  “ Durante o percurso cavaletes estarão em frente a prédios históricos que foram fotografados por Augusto Strazdin a fim de que os participantes da caminhada conheçam a produção fotográfica de Strazdin e, comparem o passado com o presente percebendo assim as mudanças que ocorreram na cidade ao longo desses anos”, esclarece a coordenadora do CEDOC da Fundação Romi Sandra.

Os participantes de cada roteiro irão selecionar três fotografias produzidas durante a caminhada e enviar para que passe a fazer parte do acervo do CEDOC. “Assim, um acervo se formará a partir das imagens produzidas durante os roteiros para que no futuro essas fotografias também sirvam de referência para outras pesquisas sobre a transformação da cidade ao longo dos anos”, complementa a coordenadora do CEDOC da Fundação Romi.