CEDOC, da Fundação Romi, disponibiliza acervo do União Agrícola Barbarense Futebol Clube gratuitamente

Torcedores podem encontrar mais de 800 fotografias e 1400 recortes de jornais com a trajetória do time

 

Neste sábado, 22 de novembro, o União Agrícola Barbarense Futebol Clube completa 100 anos. Mais que o time do coração da cidade, o União faz parte da história de Santa Bárbara d´Oeste e o Centro de Documentação Histórica (CEDOC), da Fundação Romi, preserva grande parte deste acervo.

 

São mais de 800 fotografias, 1.415 recortes de jornais, entre outros materiais que estão disponíveis para pesquisa gratuita no site da instituição. Além disso, o livro eletrônico produzido pelo jornalista J.J. Bellani “A História dos 100 anos do União” está acessível para download no link http://www.fundacaoromi.org.br/fundacao/cultura.php?l=ah_uniao_b.  Uma curiosidade é que a fotografia mais antiga do acervo mostra a equipe do União em 1918.

 

“O CEDOC possui um importante acervo para o resgate da memória do clube e contribui para que futuras gerações conheçam a história do time”, explica a Coordenadora do CEDOC, Sandra Edilene de Souza Barboza.

 

Fundação Romi

Criada em 1957, em Santa Bárbara d’Oeste, pelo casal Américo Emílio Romi e Olímpia Gelli Romi, a Fundação Romi tem como missão promover o desenvolvimento social por meio da educação e cultura. Pioneira na promoção da comunidade regional e na realização de ações sociais, atende mais de 37 mil pessoas por ano por meio de seus quatro grandes eixos: Centro de Documentação Histórica (CEDOC), o Centro de Vivências do Desenvolvimento Infantil (CEDIN), o Núcleo de Educação Integrada (NEI) e a Estação Cultural (EC). Tendo como apoiadora as Indústrias Romi S.A. , instituições governamentais, não governamentais e a inicia privada, a Fundação Romi objetiva, continuamente, atingir números mais expressivos por meio de suas áreas de atuação, seus programas e seus projetos.

 

Sobre o União Agrícola Barbarense Futebol Clube

Fundado no dia 22 de novembro de 1914, inicialmente com o nome de União Foot-Ball Club, a equipe de Santa Bárbara d’Oeste teve diversos nomes até chegar ao que ostenta atualmente. Em 1918, passou a se chamar Athlético Barbarense Foot-Ball Club e, um ano depois, se chamou Sport Club Athlético Barbarense. No ano de 1920, o clube se fundiu com o 7 de Setembro da Fazenda São Pedro e, mais uma vez, alterou seu nome: Sport Club União Agrícola Barbarense. Por fim, ainda naquele ano, passou a portar a denominação que tem até hoje: União Agrícola Barbarense Futebol Clube. Nas competições estaduais, o União Agrícola Barbarense se manteve na principal divisão do campeonato paulista até 2005, quando foi rebaixado para a Série A2 de 2006. Um novo tropeço em 2006 levou a equipe a Série A3, quando terminou a competição de 2007 na décima colocação.

Comentários

Notícias relacionadas