Caratecas da Fundação Romi voltam de campeonato paulista com medalhas no peito

Vitória Zaramella e Rafaela Tomazine conquistaram o bronze nas modalidades demonstração de movimentos e luta, respectivamente

 

O último Campeonato Paulista de Karate Open, Escolar e Por Equipes, realizado pela Federação Paulista de Karate, rendeu duas medalhas para a Fundação Romi. As atletas Vitória Zaramella e Rafaela Tomazine visitaram o Estádio Mauro Pinheiro, no Ibirapuera-SP, para conquistar o bronze nas modalidades Kata (Demonstração de Movimentos -categoria 12/13 anos) e Shiai (Luta para até 45 quilos) respectivamente.

 

O técnico e Sensei Renê Piva está orgulhoso com os resultados e parabeniza as meninas pelo esforço durante a competição. “O amor pelo Karatê é o principal combustível dessas atletas, que muitas vezes abdicam da convivência com a família para participar das competições. E o mais gratificante disso tudo é saber que dentre inúmeras adversidades que ocorreram elas jamais disseram a palavra desistir”, ressalta.

 

Coordenadora pedagógica da Fundação Romi, Luciana Bueno Bruscagim agradece as competidoras por levarem o nome da instituição com tamanho carinho e ressalta a importância das conquistas. “É sabido que a prática esportiva traz inúmeros benefícios, entre eles a promoção e manutenção da saúde, a socialização, a tolerância, a inclusão, o respeito e a melhora da autoestima. Em nossa escola estes valores estão presentes em todos os momentos e nas diversas atividades desenvolvidas, esta premiação vem coroar e estimular cada vez mais esta prática”, conclui.

 

Fundação Romi

 

Criada em 1957, em Santa Bárbara d’Oeste, pelo casal Américo Emílio Romi e Olímpia Gelli Romi, a Fundação Romi tem como missão promover o desenvolvimento social através da Educação e Cultura. Tendo como mantenedora a Indústrias Romi S.A., a instituição planeja e opera seus próprios projetos em uma perspectiva de médio e longo prazos, mas com foco nos resultados e na preocupação de influenciar as políticas públicas, desenvolvendo tecnologia social aplicável a outras entidades. A Fundação Romi foi pioneira na identificação e nas ações de responsabilidade social, inicialmente com foco no segmento social da mantenedora. Mas, acompanhando a evolução da iniciativa privada no campo social, a Fundação Romi, gradualmente, foi direcionando suas ações para a comunidade em geral.

Comentários

Notícias relacionadas