seg. jan 20th, 2020

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Capivari: Projeto Reescrevendo Vidas auxilia na alfabetização e promove mais dignidade às pessoas


“Já recebi vários papéis para assinar e não sabia o que significava, hoje já posso ler e entender o que estou assinando”.

Esta frase é de uma das alunas do projeto “Reescrevendo Vidas”, da Secretaria de Desenvolvimento Social. Dilma Souza da Silva Santos que há dois anos participa do projeto que ajuda pessoas iletradas que procuram melhorar suas condições intelectuais e sociais, que por algum motivo não tiveram a oportunidade de estudo.

O projeto começou a , e conta com aulas nos bairros São João, São Luiz e na sede do CRAS. No bairro São João as aulas ocorrem de segundas e quartas-feiras a partir da 13h30; no São Luiz as quartas e quintas-feiras a partir da 8h30; na Casa da Criança e no CRAS de segundas e quartas-feiras a partir da 13h30.

A alfabetização é feita de maneira informal, e o método utilizado para ensinamentos é o mesmo que as escolas primárias, que começam com o reconhecimento das letras do nosso alfabeto, trabalho com vogais e consoantes e em seguida a junção das letras para leitura e escrita. A faixa etária dos alunos varia de 35 a 75 anos.

Mais que o letramento o projeto ajuda os alunos a terem uma vida melhor, com mais instrução e claridade. “Hoje consigo contar todo meu dinheiro, ler e escrever. Para mim é muito maravilhoso”, diz Isabel Cristina da Silva, mais uma aluna do projeto.

Segundo uma das professoras do projeto, Jéssica Sabrina Pavioto, passar o conhecimento para as outras pessoas é algo gratificante e satisfatório, por poder proporcionar mudança na vida de cada um. “O projeto não só ensina, mas também incentiva os alunos a querer cada vez mais conhecimento”, afirma.

Para participar do projeto Reescrevendo Vidas, os interessados podem comparecer no Cras que fica localizado na Avenida Josefina Giovana Rossi, 1.000, Ribeirão. Para participar o grupo conta com as indicações de outros grupos, dos professores que trabalham com o projeto e buscas dos próprios alunos.

 

Assessoria de imprensa

Comentários

Dennis Moraes