24Horas Saúde 

Câncer de pulmão é a principal causa de mortes por câncer em todo o mundo

Segundo o Oncologista do Hospital Dom Alvarenga, a medida mais importante para evitar os casos de câncer de pulmão é combatendo o tabagismo

De acordo com a agência de pesquisa sobre câncer da Organização Mundial da Saúde (OMS), o câncer de pulmão é a principal causa de mortes por câncer em todo o mundo.

Um relatório divulgado recentemente pela OMS relata que o câncer irá tirar as vidas de 9,6 milhões de pessoas em 2018, representando uma em cada oito mortes entre homens e uma em cada 11 mortes entre mulheres. O câncer de pulmão também está entre as maiores causas de casos novos da doença: 2,1 milhões de casos novos de cada tipo devem ser diagnosticados somente neste ano.

Dr. Pedro Nazareth Aguiar Junior, Oncologista do Hospital Dom Alvarenga, conta que a principal causa do câncer de pulmão é o tabagismo que aumenta em até 40 vezes a chance de desenvolver a doença.

Segundo o médico, os sintomas são inespecíficos, sendo sintomas relacionados ao próprio aparelho respiratório como tosse, falta de ar, dor ao respirar e presença de sangue no escarro.  “Como os sintomas geralmente se apresentam quando a doença já está em uma fase avançada, o paciente deve procurar o especialista visando a prevenção e o diagnóstico precoce da doença”.

Pedro reforça ainda que, para prevenir, é importante combater o tabagismo e, para o diagnóstico precoce, é importante procurar um especialista e realizar tomografia computadorizada do tórax de baixa dose nos casos indicados, ou seja, idade maior ou igual a 50 anos e histórico de tabagismo de pelo menos 20 maços por ano.

O especialista explica ainda que atualmente existem novos tratamentos para o câncer de pulmão como a imunoterapia que apresenta eficácia elevada e menos efeitos colaterais comparada à quimioterapia padrão. Contudo, o melhor remédio para qualquer tipo de câncer ainda é o combate aos fatores de risco e exames de rastreamento para diagnóstico precoce da doença.

Comentários

Leia também...