ter. jan 21st, 2020

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Campinas: Prefeito e estudantes da rede municipal participam da Hora Verde


Acompanhado da primeira-dama, Sandra Ciocci, o prefeito Jonas Donizette participou neste domingo, 20 de setembro, no Lago do Café, do Programa Hora Verde. O prefeito e um grupo de estudantes de escolas da rede municipal de ensino plantaram mudas de árvores nativas.

O programa é uma iniciativa da Secretaria Estadual de Meio Ambiente para reforçar pedagogicamente o Dia da Árvore, que é comemorado hoje, 21 de setembro. Em Campinas, foram plantadas mil mudas de várias espécies, entre elas, ipê e flamboyant. A intenção é que os municípios do Estado de São Paulo efetuem plantio de mudas simultaneamente. Outros 93 municípios paulistas confirmaram participação no projeto.

“Quem cuida bem da natureza, por consequência, cuida bem das pessoas”, disse o prefeito aos estudantes da Emef Orlando Carpino, do bairro Ouro Branco, e a todos os presentes. Ele lembrou a importância do Dia da Árvore.

Jonas explicou aos alunos que a Hora Verde é inspirada na Hora do Planeta, que incentiva os habitantes de todas as nações a apagar as luzes durante uma hora, uma vez ao ano, como alerta para as questões ambientais globais. A Hora Verde trata da necessidade de conservação do meio ambiente e do aumento da cobertura vegetal em todo o planeta.

Os estudantes aprenderam que a data foi idealizada pelo sueco Alberto Löfgren, primeiro diretor do Instituto Florestal. Motivada por essa data, a primeira festa das árvores no Brasil foi realizada pelo engenheiro João Pedro Cardoso, cidadão de Pindamonhangaba, na cidade de Araras, em 1902.

Azul e Verde

O secretário do Verde e do Desenvolvimento Sustentável, Rogério Menezes, disse ao prefeito e aos estudantes que Campinas tem “tirado notas boas” no ranking do Programa Município Verde Azul, que aponta as administrações públicas que conduzem as ações ambientais de forma eficaz. “Saímos da nota seis para nove. Temos aumentando a nossa pontuação a cada ano”, explicou.

O Programa Município Verde Azul foi criado para estimular os municípios a participar da política ambiental. A avaliação leva em consideração questões como tratamento do esgoto, destino dos resíduos sólidos e educação ambiental.

“Essas mil mudas e tantas outras milhares que estão plantando em Campinas são para vocês terem futuro melhor”, disse o secretário de Serviços Públicos, Ernesto Paulella, aos estudante. Ele lembrou que as mudas são produzidas no Viveiro Municipal.

Paulella salientou que o Viveiro tem fornecido uma média de 15 mil mudas por mês, que estão sendo plantadas na cidade, em praças, calçadas e áreas de recomposição de matas ciliares junto aos córregos e nascentes.

O plantio propõe a reflexão sobre o papel da árvore para a biodiversidade, a água, o controle de erosão, o conforto térmico, a prevenção de doenças e outras contribuições relevantes para o bem-estar do homem.

Comentários

Dennis Moraes