Campinas: “Food Truck nas Estrelas” leva mais de oito mil visitantes ao Observatório


A Lua Azul, ou Blue Moon, a segunda lua cheia do mês, brilhou no céu e fechou o festival “Food Truck nas Estrelas”, no Observatório Municipal de Campinas “Jean Nicolini”, na noite de sexta-feira, 31 de julho. Foram cinco edições da união de astronomia e gastronomia, numa parceria entre a Secretaria Municipal de Cultura, por meio do Observatório, e a Associação dos Comerciantes de Comida de Rua de Campinas e Região.

Nos cinco dias de evento, o Observatório reuniu 8.450 pessoas, um sucesso de público. Somente na sexta, dia da Lua Azul, o local recebeu 2350 visitantes. O prefeito em exercício Henrique Magalhães Teixeira e a secretária municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Emmanuelle Alkmin, também foram prestigiar o “Food Truck nas Estrelas”.

O astrônomo Júlio Lobo, do Observatório, que idealizou o evento, comemora o interesse dos visitantes e conta que 90% deles foram ao local pela primeira vez. No domingo, dia em que o Observatório abre normalmente, sem food trucks, foram registradas 529 pessoas. Em todas as sessões, o astrônomo conversa com os visitantes e explica sobre astros, estrelas e fenômenos do céu.

É uma forte emoção, depois de mais de três décadas de trabalho, constatar que a população está olhando para a noite estrelada e tem o Observatório como ponto de partida para esse passeio cósmico. Isso nos deixa a certeza de que estamos no caminho certo”, comenta o astrônomo Júlio Lobo.

Sobre o Observatório Municipal

O Observatório Municipal de Campinas “Jean Nicolini” fica no Monte Urânia, na Serra das Cabras, s/n, Joaquim Egídio. É um museu a céu aberto, ligado à Secretaria Municipal de Cultura.

A visitação é aberta ao público todos os domingos, das 17h às 21h, e para visitas de escolas, agendadas, durante a semana. Os ingressos custam R$ 4,00 (inteira) e R$ 2,00 (meia-entrada). A entrada é gratuita para idosos e crianças até seis anos. Informações: (19) 3298-6566

Fonte: Prefeitura de Campinas
Fotos créditos: Antonio de Oliveira

Comentários

Notícias relacionadas