Esportes 

Campeão da Série C em 2006, meia Athos manifesta desejo de defender o Operário na competição

O Operário Ferroviário está ampliando a sua sala de troféus. Se em 2015 a equipe conseguiu o inédito título do Paranaense, neste ano foi ainda mais longe, levantando a taça do Campeonato Brasileiro da Série D com aproveitamento superior a 70%. Ambicioso, o Fantasma projeta na próxima temporada o retorno à elite do futebol paranaense e o acesso à Série B.

 

O meia Athos, que foi uma peça fundamental na campanha do Brasileiro, destacou a força do elenco para o sucesso do clube. “Fizemos uma grande competição. Nosso grupo foi bem montado pela diretoria e o técnico Gerson Gusmão. Houve uma mesclagem de jogadores mais experientes com os mais novos, e todos foram importantes para essa conquista. Foi uma das melhores campanhas da Série D, e fomos determinantes principalmente dentro de casa. Atletas, torcida, comissão e diretoria estão de parabéns por esse título”.

 

Com contrato assinado até maio do próximo ano, Athos também revelou o desejo de dar continuidade ao projeto do clube. Ele sonha com mais uma disputa da Série C, campeonato qual foi campeão em 2006 vestindo a camisa do Criciúma.

 

“A minha vontade é estender o contrato até o fim da próxima temporada. Participei dessa campanha e creio que posso contribuir muito com a equipe com toda minha experiência. Mas ainda vamos definir com a diretoria essa situação. Existe também a possibilidade de um empréstimo em um primeiro momento, para depois retornar e jogar o restante da Segunda do Paranaense e o Brasileiro. Quero continuar essa história bonita aqui, tentar ajudar a colocar o clube na Série B do Brasileiro que é o grande projeto da diretoria”, finalizou o meia.

 

Falcon Assessoria

Comentários

Leia também...