Campanha “Diga não a Mendicância, dê uma oportunidade”


A Associação Comercial e Industrial de Santa Bárbara d´Oeste (ACISB), convocou para uma reunião em sua sede a secretária da Promoção Social Maria Cristina da Silva e o chefe do setor de FOP, (Fiscalização de Obras e Posturas), vinculado à Secretaria de Planejamento de Santa Bárbara d’Oeste, Edson Roberto Bragaglia, para que tomasse conhecimento das reclamações que os comerciantes e consumidores da área central apresentaram ao presidente Roberto Bonamin em relação a grande quantidade de moradores de rua, dependentes químicos, ambulantes e ciganos vem circulando  principalmente na praça central.

Na reunião ficou acordado que as secretárias vão trabalhar em conjunto para fazer um recadastramento e promover uma ação em conjunto, para que haja mais patrulhamento da Guarda Civil Municipal no intuito de que os moradores de rua sejam encaminhados para os locais que a Promoção Social oferece e põem a disposição dos mesmos para ajudar essas pessoas e no caso dos ambulantes que não estão legalizados não atuem na praça através de forte fiscalização. Para isso, poderá ser crida uma campanha de conscientização chamada “Diga Não a mendicância, dê uma oportunidade”.

Roberto Bonamin ficou muito satisfeito com a iniciativa informada. “Acredito que com essas ações das secretarias envolvidas, tanto o comerciante, como o consumidor terão melhores condições para circular na área central da cidade. Não queremos prejudicar ninguém e sim ajudar de uma forma efetiva, se essas pessoas quiserem ajuda a prefeitura dará o suporte necessário”, afirmou o presidente.

Para o chefe do FOP, a fiscalização será mais rígida. “Aqueles que não estão legalizados serão autuados e convidados a se retirarem da praça central”, disse Bragaglia.

A secretária de Promoção Social, Maria Cristina da Silva, atendeu a ACISB (Associação Comercial e Industrial de Santa Bárbara d´Oeste) e explicou sobre os trabalhos diários com pessoas em situação de rua. “Diariamente, orientadores socioeducativos da Promoção Social promovem abordagem aos moradores de rua nas áreas públicas da cidade, entre outros locais. A Praça Coronel Luiz Alves, a Praça Central, além de toda região central, é atendida. Iremos intensificar as atividades”, disse.

Semanalmente, a Promoção Social oferece oficinas aos moradores de rua; trabalho junto à Secretaria de Saúde; além de ofertar kit higiene, banho, lanche, documentação, entre outros, segundo Maria Cristina. “As equipes buscam a localização das famílias, cadastro dos indivíduos, atendimento às respectivas famílias, além sugerir aos mesmos meios de transporte, abrigo ou casa de passagem”, explicou a secretária. O município conta com o Serviço de Acolhimento Institucional na modalidade Casa de Passagem e Abrigo para Pessoa em Situação de Rua.

 

ACISB

Comentários

Notícias relacionadas