Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Câmara barbarense sedia reunião com empresários para apresentação do projeto Tem Saída

Câmara Municipal de Santa Bárbara d´Oeste

A Câmara barbarense sedia, nesta quarta-feira (21), às 14h30, reunião com a participação de autoridades do Executivo, Legislativo e Judiciário para apresentação do projeto Tem Saída, voltado às vítimas de violência doméstica. O evento, aberto a empresários do Município, será promovido pela vereadora Germina Dottori (PV) e contará com a presença da promotora de Justiça Maria Gabriela Manssur, que faz parte do Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica do Ministério Público de São Paulo (MP-SP), onde também é diretora da Mulher da Associação Paulista e idealizou diversos projetos.

O Tem Saída é uma política pública voltada à autonomia financeira e empregabilidade da mulher em situação de violência doméstica e familiar e conta com o apoio de empresas privadas, que viabilizam vagas de emprego para as mulheres atendidas pelo programa. Esse conjunto de esforços busca promover a reinserção dessas mulheres no mercado de trabalho, contribuindo para a independência financeira da mulher e o fim do ciclo de violência. Nesse programa, a vítima em situação de violência doméstica e familiar poderá ser integrada a partir do atendimento realizado pelo MP, Defensoria Pública, Poder Judiciário ou Delegacia. Após passar pelos órgãos mencionados, a mulher é encaminhada aos equipamentos de seleção de emprego da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, onde passa por processo seletivo diferenciado, com apoio da equipe técnica da Secretaria e das áreas de recursos humanos das empresas parceiras.

Ainda nesta quarta-feira, às 10 horas, além do Tem Saída, também serão apresentados os programas Tempo de Despertar e Mãos Empenhadas, em reunião com o prefeito Denis Andia, juízes, promotores de justiça e representantes da Delegacia da Mulher, da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e secretários municipais. O projeto Tempo de Despertar promove grupos reflexivos de homens autores de violência contra a mulher, com o objetivo da responsabilização e ressocialização dos agressores; enquanto o Mãos Empenhadas tem como objetivo a disseminação de informações sobre o fenômeno da violência doméstica e familiar contra a mulher e dos serviços de atendimento à mulher em situação de violência, por meio de parcerias com profissionais da área da beleza.

De acordo com a vereadora Germina Dottori, presidente da recém-criada Comissão Permanente de Defesa e dos Direitos da Mulher, para romper esse ciclo de violência, é preciso trabalhar com projetos que possam auxiliar essas mulheres na inserção no mercado de trabalho e ter a sua independência financeira. Paralelamente, elas terão cursos de qualificação profissional e cursos profissionalizantes, o que deve garantir a elas novas oportunidades e melhores empregos. “Estamos em contato com faculdades, empresas e com o prefeito Denis Andia, que tem nos dado todo o apoio para implantar novos projetos para o auxílio das vítimas de violência doméstica. Com a presença da promotora, esperamos que esses projetos possam florescer e reforçar ainda mais o trabalho de proteção que vem sendo desenvolvido em Santa Bárbara d’Oeste”, explicou.

Comentários