CAIXA libera R$ 144 milhões para tratamento de esgoto em Piracicaba (SP)

 

A CAIXA liberou um financiamento de R$ 144 milhões à empresa Águas do Mirante, operadora da Parceria Público-Privada (PPP) responsável por colocar Piracicaba, no interior paulista, entre as 20 maiores cidades do país com 100% do esgoto coletado e tratado.

A meta de universalizar o serviço na cidade de 390 mil habitantes, distante 158 quilômetros de São Paulo, foi alcançada em julho do ano passado, dentro do prazo de dois anos estipulado pelo contrato da PPP do esgoto assinado em 2012 – à época, o índice não passava de 36%. ?

As obras de R$ 206 milhões contribuíram significativamente para despoluição de uma das bacias hidrográficas mais importantes de São Paulo, uma vez que 35 milhões de litros de esgoto não tratado deixaram de ser despejados diariamente no Rio Piracicaba.

O contrato de finaciamento foi assinado, nesta segunda-feira (02/03), pelo superintendente regional da CAIXA, Carlos Henrique Almeida Custódio, o diretor-presidente da Águas do Mirante, Jorge Carlos Amin, e o superintendente do Serviço Municipal de Água e Esgoto (SEMAE), Vlamir Schiavuzzo.

Os recursos serão repassados por meio do programa Saneamento para Todos, uma linha com recursos do FGTS na qual a CAIXA atua como agente financeiro. Ela prevê financiamentos a taxas entre 5% a 6% ao ano, e 48 meses de carência, dependendo da operação.

O dinheiro será liberado mediante o acompanhamento da execução das obras, que estão em fase final. O projeto incluiu a construção das estações de tratamento Bela Vista, Anhumas e Artemis,  a reforma e ampliação de outras duas (Capim Fino e Piracicamirim), 16 novas estações elevatórias de esgoto, 7 mil ligações novas e a troca de 3,4 mil ligações antigas, além da execução e substituição de 33 quilômetros de redes coletoras. “Este índice de 100% do tratamento de esgoto representa saúde e sustentabilidade para a cidade”, afirmou Custódio.

Pela  PPP de 2012, a empresa Águas do Mirante irá operar o sistema de esgoto de Piracicaba por 30 anos, período no qual se comprometeu a investir R$ 333 milhões.

Caixa Econômica Federal

Comentários

Notícias relacionadas