Brasil fatura tudo que pode e mais um pouco no Nike Friendlies

Quando um time conquista tudo que pode, dizem que fez barba, cabelo e bigode. Pois foi justamente isso que fez a Seleção Brasileira Sub-17 no Torneio Nike Friendlies 2014. Todos os prêmios individuais ficaram com o Brasil: melhor jogador, técnico, goleiro e o artilheiro. Foi um show.

O primeiro a receber seu troféu individual foi Evander, que ficou com a artilharia da competição. O camisa 19 da Seleção marcou quatro gols em três jogos, sendo dois deles na decisão, e ficou com a Chuteira de Ouro.

Em seguida foi a vez de Bruno, eleito melhor goleiro da competição e também o menos vazado. Ele sofreu três gols em três jogos e teve atuações impecáveis, como o jogo contra Inglaterra, o mais difícil da campanha, no qual ele fez pelo menos quatro defesas milagrosas.

Matheus Pereira, meia canhoto da Seleção, jogador cerebral e que dita o ritmo da equipe dentro de campo, foi eleito pela organização do Torneio Nike Friendlies o melhor de todos os atletas da competição. Como se diz nos Estados Unidos, ele foi o MVP (Most Valuable Player).

Para encerrar as premiações individuais, o técnico Caio Zanardi ficou com o troféu de melhor treinador entre os quatro que participaram do Torneio Nike Friendlies.

Fonte: CBF

Comentários

Notícias relacionadas