Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Bolsonaro inaugura obra do Governo do Partido dos Trabalhadores (PT) em Uberlândia nesta terça-feira (31)

Contrato da obra de Capim Branco foi assinado em 2013 pelo ex-prefeito Gilmar Machado e tem recursos previsto no PAC 2 do governo de Dilma Rousseff

O presidente Bolsonaro (sem partido) estará em Uberlândia nesta terça-feira (31), aniversário da cidade, para participar de um passeio de motocicleta com apoiadores e da inauguração do Sistema de Tratamento e Captação de Água de Capim Branco, obra cujo o contrato foi assinado pelo ex-prefeito e ex-deputado federal Gilmar Machado (PT) em 17 de dezembro de 2013.

A licitação da obra aconteceu da obra aconteceu em 2014 e o início da mesma em 2015. O projeto “Capim Branco”, previsto para ser executado em três etapas, foi financiado pela Caixa Econômica Federal, com custo estimado em R$ 360 milhões na primeira parte. Os recursos para a obra estavam previstos no Programa de Aceleração do Crescimento – PAC 2, garantidos pelo FGTS, e assinado pela presidenta Dilma Rousseff.

“Realizada a licitação em 2015 iniciamos esta obra e deixamos os recursos em conta garantidos para serem disponibilizados conforme andamento da obra até a sua conclusão. O atual prefeito pegou o projeto pronto e já em andamento. A sua única obrigação era fiscalizar o cumprimento do contrato da obra até sua conclusão”, disse Gilmar Machado.

A obra foi pensada, segundo Gilmar Machado, para que não falte água nas torneiras da população de Uberlândia nos próximos anos. As estações de tratamento do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) de Bom Jardim e Sucupira fornecem ao município, cada uma, dois mil litros por segundo. Se não fosse pensado a construção de uma nova Estação de Tratamento de Água para a cidade, nos próximos anos, a produção dos dois sistemas não seria suficiente pra suprir a necessidade da população.

O prefeito Gilmar Machado apresentou o projeto ao Ministério das Cidades em 2013, conseguindo aprovar junto à Secretaria do Tesouro Nacional o financiamento da obra. Dos cerca de R$ 360 milhões da obra, 80% serão financiados pela Caixa e os outros 20% são custeados pelo Dmae.

“Uberlândia poderia estar passando por uma crise hídrica neste ano, como está acontecendo em Uberaba, se não fossem as obras de Capim Branco, sistema que já está em funcionamento”, disse o ex-deputado federal Gilmar Machado.

Conforme matéria publicada pelo G1 Triângulo Mineiro nesta segunda-feira (31), enquanto Uberaba adota medidas para evitar desperdício e manter a vazão do Rio Uberaba, principal fonte de captação, Uberlândia mantém níveis dos sistemas Bom Jardim e Sucupira graças ao funcionamento parcial do Sistema Capim Branco, obra que será oficialmente inaugurada pelo presidente Bolsonaro nesta terça-feira (31), aniversário da cidade.