Banco do Povo de Nova Odessa financia produção de ovos de Páscoa

Metade das linhas de microcrédito liberadas em fevereiro pela agência novaodessense do Banco do Povo Paulista vai financiar a produção de ovos de Páscoa. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (6) pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, responsável pela gestão do programa que funciona desde 2005 no município, por meio de convênio firmado entre o Governo do Estado e a Prefeitura.

Segundo a pasta, foram liberados quatro financiamentos no mês passado, num total de R$ 23,16 mil. Dois deles, no valor de R$ 5 mil cada, têm como destino a compra de produtos para o preparo de ovos de chocolate. Este ano, a Páscoa será celebrada em 21 de abril.

Nesse período, de acordo com a secretaria, 82,98% das pessoas que procuraram o Banco do Povo se enquadraram no programa e estão aptas a obter empréstimos. Ou seja, das 47 pessoas que recorreram ao programa em fevereiro, apenas oito foram à agência em busca de empréstimos pessoais ou crédito para pagamento de dívidas, modalidades que não fazem parte do escopo do programa.

“Esse alto índice de enquadramento mostra o amadurecimento do Banco do Povo de Nova Odessa. Nesses 13 anos, a maioria das pessoas já entendeu que não fazemos empréstimos pessoais. Nosso objetivo é fomentar pequenos negócios de pessoas que trabalham como autônomas, sejam elas físicas ou jurídicas”, afirmou a secretária de Desenvolvimento Econômico Carol Moura.

O Banco do Povo de Nova Odessa trabalha com linhas de microcrédito para autônomos informais e formais. Para empreendedores sem inscrição no CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas), são oferecidos financiamentos de R$ 3 mil a R$ 5 mil, com pagamento facilitado em até 24 vezes. Já microempreendedores individuais (MEIs) e empresários enquadrados em outros formatos jurídicos, como ME e LTDA, estão disponíveis linhas de crédito de R$ 7,5 mil a R$ 20 mil, que podem ser quitadas em até 36 parcelas. Em ambos os casos, a taxa de juros é de 0,35% ao mês.

Para se enquadrar no programa, o empreendedor precisa comprovar que trabalha por conta e não pode ter restrições financeiras e judiciais. Depois da aprovação do empréstimo, a aplicação do dinheiro é acompanhada por agentes de crédito, que exigem as notas fiscais que comprovem a compra dos produtos descritos no pedido de financiamento.

O Banco do Povo Paulista fica na Avenida Eddy de Freitas Crissiúma, 150 (fundos), no prédio em que funciona a Secretaria de Desenvolvimento Econômico. O atendimento é feito de segunda a sexta, das 9h30 às 16h30. O telefone do órgão é 3466-3010.

 

Comentários

Notícias relacionadas