Limeira 

Aulas de Karatê adaptado da AINDA tem transformado rotina dos alunos

São apenas duas aulas por semana que têm feito verdadeiras transformações na rotina dos deficientes que participam do projeto “Karatê: uma luta pela inclusão”, promovido pela Associação Integrada de Deficientes e Amigos (AINDA). Os encontros tiveram início em março deste ano e ocorrem na sede da entidade.

 

No total, o projeto atende 25 pessoas com ou sem deficiência, em situação de vulnerabilidade social. Durante as aulas, os alunos praticam atividades físicas com adaptações e orientações de acordo com a deficiência apresentada.

 

O professor da arte marcial, Murilo Spolador, explica que o principal objetivo do projeto é promover a disciplina e o desenvolvimento biopsicossocial das crianças e dos adolescentes. “Acima de tudo, é um momento que conseguimos promover a inclusão entre os participantes, com e sem deficiência, por meio de vivências que utilizamos nas aulas do karatê adaptado”, afirma.

 

O projeto “Karatê:  uma luta pela inclusão” é pioneiro em Limeira e tem conquistado resultados surpreendentes. A gerente da entidade, Kédima Silva, fala da emoção em ver os alunos nas aulas e o quão produtivo tem sido para eles. “Temos retorno das famílias que nos agradecem por estarmos proporcionando essas aulas. Além de promover a inclusão e integração, as aulas melhoram de forma expressiva a autoestima dos alunos. Isso é muito gratificante”, ressalta.

 

As aulas do karatê adaptado ocorrem no período da manhã, às terças e quintas-feiras, na sede da AINDA que fica na rua Boulevard La Loi, 90, Centreville, Limeira.

Comentários

Leia também...