Aterro Sanitário Municipal tem área e vida útil ampliadas

A Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, iniciou as intervenções para ampliação da área de operação do Aterro Sanitário Municipal. As ações, de responsabilidade da Forty Construções e Engenharia Ltda, empresa vencedora de licitação, são executadas em área de cerca de 12 mil metros quadrados e proporcionarão o aumento da vida útil do aterro em cinco anos conforme diretrizes da Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental), órgão vinculado ao Governo do Estado de São Paulo.

Além da ampliação da vida útil, o aterro terá a sua área de operação aumentada em 15%, saindo de 70 mil metros quadrados para 82 mil metros. “As ações são importantíssimas para os munícipes e para o Meio Ambiente. As atitudes e o acompanhamento da equipe técnica têm sido decisivas para as melhorias e os resultados que temos obtido. Além da melhora considerável nos parâmetros de engenharia aplicados no local, nosso empenho resultará a longo prazo, em menor dispêndio financeiro para a administração e, consequentemente, ao cidadão barbarense”, comentou o secretário de Meio Ambiente de Santa Bárbara d’Oeste, Rafael Piovezan. “Essa é a responsabilidade pregada pelo prefeito Denis Andia que orienta nossos trabalhos em prol da população de nossa cidade”, acrescentou.

Os serviços de preparo da base do aterro, instalação de drenos para água pluvial, chorume e gás, além de outras intervenções necessárias para a operação, devem ser executados pelos próximos 60 dias. Somente após este período, o espaço estará apto a receber os resíduos coletados no município.

Coleta ampliada

A atual Administração Municipal ampliou o trabalho da coleta de lixo comum e de descartáveis. Entre as ações executadas estão a instalação de contêineres em diversos pontos da cidade e o aumento do número de áreas atendidas com a coleta seletiva, saltando de 32 para 93 bairros, ampliando em 260% a quantidade de resíduos coletados neste método de trabalho. Os ecopontos municipais, nos bairros Planalto do Sol, Jardim Gerivá, Parque Olaria e Nova Conquista, foram recuperados e revitalizados com novo gerenciamento e organização dos descartes.

Além disso, o município receberá novas lixeiras do Consimares (Consórcio Intermunicipal de Manejo de Resíduos Sólidos da Região Metropolitana de Campinas). Os equipamentos têm capacidade para 50 litros e são adequadas para receber pequenos volumes, como latas de refrigerante, garrafas, embalagens de alimentos, papéis de bala, entre outros. A quantidade de lixeiras que cada município irá receber será definida pelo Consimares, de acordo com o contrato de rateio de cada consorciado.

 

Foto: Luís Eduardo Deffanti

Comentários

Notícias relacionadas