Artigo: Primavera começa nesta quarta-feira


As flores e árvores dão um toque especial na paisagem da Primavera. Há quase 60 anos não ocorriam temperaturas tão altas, em pleno Inverno, em nossa região. Estiagem prolongada atingiu a lavoura, proliferaram incêndios e a falta d’água é realidade em muitas cidades.

Quando o Sol, na constelação da Virgem, cruzar o Equador Celeste nesta Quarta, dia 23, às 05h21 estará acontecendo o início da Primavera no hemisfério Sul, e concomitantemente o Outono no hemisfério Norte.

No céu, com a chegada da nova estação, dia e noite terão a mesma duração. A Primavera irá durar precisos 89 dias, 20 horas e 27 minutos.

 

Do latim, Prima Verna – ou Primeiro Verão, a Primavera é a primeira das estações do ano, e como as outras é produto da inclinação de 23° 27´ do eixo de rotação da Terra sobre o plano de sua órbita. Sem essa inclinação, não existiria o fenômeno das Estações do Ano em nosso planeta.

É na Primavera e no Outono que ocorrem os chamados Equinócios (do latim, Aequinotium – ou dia igual à noite). De fato, nesta Quarta-feira o dia e a noite terão respectivamente 12 horas de duração.

 

Sem título

 

 

 

 

 

 

 

 

As estações do ano dependem exclusivamente da inclinação de nosso planeta

A partir daí o Sol gradativamente estará iluminando mais o hemisfério Sul, provocando com isto o aumento das horas de insolação, que culminará em 22 de Dezembro por ocasião do solstício de Verão, quando então teremos o dia mais longo do ano.

 

Importante salientar que o Sol nasce à Leste e se põe à Oeste apenas e tão somente durante os Equinócios, que são dois (o da Primavera e o do Outono). Nos demais 363 dias do ano, o Sol nasce no chamado “quadrante Leste” e se põe no “quadrante Oeste”, mas não exatamente em seus respectivos pontos cardeais.

 

Em nossa região o Sol irá nascer nesta Quarta às 05h57 e se por às 18h05. A passagem meridiana irá ocorrer às 12h01.

 

O fenômeno das estações do ano oferece ainda uma excelente oportunidade para que as escolas trabalhem o assunto com os alunos, ampliando conhecimentos sobre o planeta em que vivemos.

 

 

 

Autor: Carlos H. A. Andrade (OMA)

Comentários

Notícias relacionadas