Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Variedades

Aprenda os cuidados necessários para manter plantas aéreas sempre bonitas e saudáveis

Studio Lily explica tudo sobre essas plantas tão exóticas que conquistaram os paisagistas

 

Das plantas ‘diferentonas’ que tem feito sucesso nos últimos tempos, as airplants ou plantas aéreas, com certeza estão entre as mais procuradas. Isso porque, além da beleza, elas são super fáceis de cuidar e se adaptam muito bem a ambientes internos, com luz indireta. Existem mais de 400 tipos de plantas aéreas, mas aqui em terras brasileiras temos aproximadamente quarenta tipos diferentes, que se apoiam sobre outras plantas, sem se tornarem parasitas.

A grande dúvida é por onde essas plantas se alimentam já que, algumas delas, não possuem raízes. Elas absorvem nutrientes pelas folhas e escamas. Ou seja, como qualquer outra plantinha, também precisam de água para sobreviver. Então, é ideal, assim que ela chegar em casa, deixar imersa em água filtrada de 20 a 30 minutos. “A água precisa ser filtrada porque o cloro pode prejudicar a planta. Essa dica vale também para todas as outras plantas da casa, porque elas aceitam bem melhor água filtrada, livre de cloro”, explica Gabriela Heringer, sócia e diretora criativa do Studio Lily. Em seguida, é importante tirar o excesso de água e deixar secar completamente para, então, colocá-la sobre algum item em que ela possa se apoiar.

Depois desse primeiro cuidado, é recomendado repetir a imersão. “No inverno, que o tempo é mais seco e chove menos, pode fazer a imersão toda semana. No verão, quando é mais úmido, é legal fazer a cada quinze dias ou apenas uma vez por mês”, acrescenta Heringer. Além disso, a planta aérea deve ser pulverizada com água a cada cinco dias, sem encharcar.

Não é aconselhado deixar a planta submersa por mais do que trinta minutos. Se ela tiver flor deve ser molhada apenas com spray, nada de mergulhar na água. E para saber se a plantinha aérea precisa de água é só ficar de olho, já que elas vão clareando quando sentem essa necessidade. Para manter elas sempre lindas uma dica é diluir na água adubos específicos para bromélias e pulverizar na hora da rega.

Para podar, vale ficar atento nas folhas secas, que podem ser puxadas delicadamente ou cortadas apenas nas pontas. Depois é só aguardar que ela volta a crescer naturalmente. Se a ideia é pegar uma mudinha, é necessário esperar que as estacas, aquelas partes que estão distantes da planta-mãe, atinjam 1/3 da adulta para então poder separar puxando levemente.

Para encontrar plantas aéreas acesse www.studiolily.com.br