fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Saúde

Após início da pandemia, objetos de proteção se tornam nova regra do dia a dia

Com a pandemia causada pela COVID-19, novos objetos se tornam essenciais para nossa proteção e viram regra para o dia a dia.

 

Desde o início da pandemia causada pelo novo coronavírus, alguns objetos se tornaram essenciais para manter nossa proteção pessoal e evitar a proliferação de bactérias diariamente. Um exemplo é o uso de álcool em gel para carregar na bolsa, assim como um par de luvas e também as máscaras, sempre que saímos de casa.

 

As máscaras em questão podem ser feitas de pano para serem lavadas e reutilizadas. Apesar do momento difícil, as pessoas estão produzindo máscaras com diversas estampas divertidas. Porém, é necessário atentar-se a quais materiais são adequados, por exemplo, sacos plásticos não protegem.

 

Em contrapartida, outros objetos que antes faziam parte da nossa rotina, como relógios, pulseiras, anéis, colares, entre outros, hoje, não são recomendados. Normalmente, a higienização desses acessórios passa batida, além de ser sempre melhor evitar tudo que não seja essencial.

 

Esses itens podem atrapalhar a higienização, por exemplo, o lugar embaixo de onde fica o relógio no pulso ou em que o brinco está na orelha. Quanto menos superfícies e exposições no corpo para acumular o vírus, melhor. Inclusive, a indicação é também prender o cabelo, se possível, quando sair.

 

A maior recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é ficar em casa. O isolamento social é a melhor maneira de se evitar a propagação do vírus, porém, as sugestões acima são direcionadas para situações em que seja imprescindível sair.

Proliferação do vírus

O vírus pode estar em todos os lugares, mas ele é, facilmente, transmitido através de gotículas de saliva, por isso, recomenda-se o uso de máscara por todas as pessoas. Governadores do país têm adotado medidas mais rígidas para contenção do vírus.

 

Alguns estados como, por exemplo, São Paulo e Bahia, já anunciaram a exigência do uso obrigatório de máscaras para o acesso aos metrôs e trens nas próximas semanas. A medida visa justamente conter a proliferação de bactérias através saliva.

 

Além disso, também foi intensificado o trabalho das equipes de limpeza dos transportes públicos. Alguns usuários já relataram terem notado funcionários da limpeza passando pano com álcool em gel nos seguradores dos vagões com mais frequência.

Cuidados para adotar durante a pandemia

Alguns cuidados são essenciais para ajudar na contenção do vírus. Um exemplo, é evitar barba comprida e, se possível, remover todos os pelos. A barba atrapalha porque esse local é de difícil higienização, além de estar localizada no rosto e interferir na aderência da máscara, de uso essencial.

 

Evite os acessórios que foram citados no começo do texto e acrescente na lista tudo mais que for possível reduzir, como bolsas e cintos, por exemplo. Principalmente, se você for aos hospitais ou a qualquer ambiente em que haja atendimento médico.

 

Mantenha as unhas curtas e sempre limpas. Deixe livre seus punhos e antebraços para higienizá-los sem problemas sempre que possível. Para realizar a limpeza, basta você lavar as mãos com água e sabão por, ao menos, 20 segundos, assegurando-se de limpar os espaços entre os dedos e os punhos. Também vale usar o álcool em gel.

 

Quando for ao mercado ou precisar pagar alguma conta, dê preferência para usar cartões e contas virtuais. A tecnologia dos cartões contactless também é muito útil para esse momento. Evite usar dinheiro em espécie.

 

Na sua casa, separe um local na entrada onde você possa depositar roupas e calçados do dia e, também, eventuais objetos que carregar com você, como chaves e carteira. Nesse local, deixe álcool 70 para se higienizar o máximo possível antes de entrar em casa.

 

No interior da residência, procure manter tudo limpo. Sempre tome banho e lave os cabelos quando precisar sair e voltar. Separe as roupas usadas fora de casa e lave-as assim que possível.

 

Não se esqueça de que o mais importante durante esse momento atípico de pandemia é manter-se informado, além de sempre ficar em casa, seguindo as recomendações da OMS, e só sair para assuntos extremamente essenciais.

Comentários