Após desassoreamento, Nova Odessa dá início a programa de proteção de mananciais


A Prefeitura de Nova Odessa inicia nesta semana o trabalho de definição de um Protocolo de Proteção de Mananciais. Na prática o documento, que será formulado com a ajuda de especialistas e da sociedade civil, reunirá uma série de ações a serem adotadas em casos que envolvam qualquer tipo de risco de contaminação dos mananciais de abastecimento público.

 

A secretária de Meio Ambiente, Carla Lucena, destacou que a cidade já adotou medidas que visam a produção e reservação de água, mas precisa pensar em sustentabilidade e segurança de seu sistema.

 

O trabalho desenvolvido com o Programa Municipal de Sustentabilidade Hídrica teve início com o mapeamento de 167 nascentes e o início do trabalho de recuperação. Também fizemos o desassoreamento das represas e garantimos maior reserva de água para evitar os problemas que tivemos no ano passado. Mas ainda é um desafio garantir a segurança de nossos mananciais e estamos começando agora a trabalhar para isso”, afirmou.

 

De acordo com o pesquisador do IAC (Instituto Agronômico de Campinas), Rinaldo Calheiros, a proteção de rios, nascentes e represas não foi planejada anteriormente, mas a partir de agora é preciso se preparar. “Temos represas e nascentes próximas, por exemplo, da rodovia Anhanguera, por onde passam caminhões carregados de todos os tipos de produtos. O que vamos fazer com o protocolo é traçar um plano de contenção, por exemplo, no caso de um acidente com cargas perigosas”, explicou.

 

O pesquisador explicou que a Sustentabilidade Hídrica está baseada em conceitos de autossuficiência (capacidade do município de produzir e armazenar a água que consome), sustentabilidade (capacidade de manter suas reservas) e segurança.

 

Carla destacou que a secretaria está focada no trabalho de recuperação das matas ciliares. “Com o mapeamento de nascentes finalizado, estamos entrando em contato com os proprietários para informar sobre as formas de preservação e recuperação”, explicou.

 

CONVÊNIO – Na semana passada, o prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza assinou o convênio com a Fundag (Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola). Entre outros temas, o convênio foi firmado para elaboração de relatório técnico-científico de auxílio na elaboração de planos emergenciais de contingência de Defesa Civil à ocorrência de acidentes hidrológicos.

 

Para o prefeito, o desassoreamento das represas e as ações de recuperação de nascentes realizados no período de estiagem foram essenciais para que hoje a cidade não precise enfrentar novo racionamento. “Nova Odessa deu exemplo no ano passado. Nós, da administração pública, fizemos a nossa parte promovendo o desassoreamento das represas e iniciando o programa de recuperação de nascentes. A população fez a parte dela economizando água e nós vencemos mais esse desafio. Agora estamos planejando o futuro e adotando ações que vão garantir o abastecimento das futuras gerações”, disse o prefeito.

 

Foto: Osnei Réstio

 

 

Comentários

Notícias relacionadas