Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Após derrota na Justiça, Câmara vota cassação de Carol Moura nesta segunda

Após perder na justiça em primeira e segunda instância, a Câmara de Nova Odessa votará na próxima segunda-feira (09) o pedido de abertura de comissão processante contra a vereadora Carol Moura (Podemos). A vereadora foi presa em flagrante por furto em uma loja Zara em Campinas.

 

O pedido, protocolado em abril, foi arquivado sem ir para votação pelo presidente da Câmara, Vagner Barilon (PSDB). O jornalista Lucas Camargo, um dos autores do pedido, entrou com mandado de segurança para afastar o arquivamento e obteve vitória em duas instâncias. “Fico muito feliz, pois mostra que é possível se fazer justiça. Agradeço ao meu advogado, Fabio Martins, por ter encarado essa batalha jurídica e possibilitado nossa vitória. Agora os vereadores devem dizer se estão ao lado do povo de bem da cidade ou da pessoa que foi presa em flagrante”, apontou Lucas.

 

Além do jornalista, o ex-vereador Antonio Marco Pigato também assina o pedido. “Isso que fizemos é uma atitude pro bem do município. Esperamos agora que a Câmara Municipal, através dos vereadores, tomem as devidas providências.”, diz.

 

“O que esperamos dos Vereadores de Nova Odessa é simples, ou eles concordam com os denunciantes e mediante processo com ampla defesa e contraditório, cassam o mandato da Vereadora Carol Moura, por faltar com o decoro na sua conduta pública, comumente chamada de quebra de decoro parlamentar, ou os vereadores que não o fizerem estarão abonando a conduta criminal desta, e se igualarão a ela nos atos praticados.”, diz trecho do pedido elaborado pelo advogado Fabio Martins.

 

O pedido está na pauta da próxima sessão ordinária da Câmara de Nova Odessa, que acontece na segunda-feira (09) a partir das 18h.

Comentários