Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Apeoesp recorrerá para garantir retorno de professores à sala de aula somente 100% imunizados

A Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo) irá recorrer da decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo que suspendeu a liminar concedida à entidade em ação civil pública, pela qual ficariam isentos de trabalho presencial nas escolas professores e professoras que ainda não tivessem completado a imunização contra a Covid-19, e componentes do grupo de risco, por idade e comorbidades, com base em laudo médico. A presidente da Apeoesp, a deputada estadual Professora Bebel (PT) conta que a Apeoesp ingressará com recurso contra essa decisão, face aos riscos de infecção que os integrantes das comunidades escolares correm nas escolas.

Para Bebel, é absolutamente chocante que o secretário da Educação do Estado de São Paulo, Rossieli Soares, tenha emitido uma nota na qual considera que a Educação do Estado de São Paulo conquistou uma grande vitória na última sexta-feira, 20 de agosto,  com a suspensão da liminar que dizia que os professores só deveriam retornar às aulas presenciais 14 dias após a segunda dose ou dose única da imunização contra a Covid-19. “Como pode alguém considerar uma grande vitória a exposição diária de pessoas cuja imunização contra o novo coronavírus ainda não foi completada ao risco de contágio, adoecimento e morte? Que tipo de negacionismo é esse que se sobrepõe à própria noção de humanidade? Por que o secretário continua a ignorar sistematicamente que a pandemia não está controlada? A cada dia, em torno de 800 a mil brasileiros perdem a vida pela covid 19 e pelo menos 200 a 250 deles são cidadãos paulistas. Desde a volta às aulas presenciais, em dois de agosto, voltamos a registrar novos casos da doença em nossas escolas. Respeite a vida, secretário. Não comemore o risco de morte!”, escreveu Bebel em suas redes sócias.

A presidente da Apeoesp diz que como o presidente Jair Bolsonaro, o governador João Doria e Rossieli desprezam o direito à vida . “Como pode ser vitoriosa uma medida que expõe pessoas diariamente ao contágio, à doença, à morte? Reafirmamos que nossa luta incondicional é em defesa da vida. Em todo o mundo, governos redobram os cuidados e os protocolos de segurança sanitária, face ao alto grau de contágio da variante delta do novo coronavírus. Os números referentes a novos casos se mantém alto no nosso país e o estado de São Paulo segue sendo responsável por 26% dos óbitos que se verificam em nível nacional.

Fiscalização nas escolas – Paralelo a isso, Bebel também orienta as comissões formadas no âmbito das subsedes da Apeoesp para que fiscalizem as escolas, verificando todas as condições de segurança sanitária e exijam o encerramento de aulas e atividades presenciais em unidades que não apresentem condições de segurança ou nas quais ocorram casos de Covid.

 

Texto de Vanderlei Zampaulo – MTb-20.124