Anjos do Riso participam do projeto Show na Praça no próximo sábado

Foto: Ilustrativa

‘Palhaceata’, em comemoração ao Dia da Criança, será na Praça Central de Santa Bárbara d´Oeste, às 10h

 

Para animar o final de semana do Dia das Crianças, os clowns Anjos do Riso irão realizar uma “Palhaceata” na Praça Central de Santa Bárbara d´Oeste, no próximo sábado, 11 de outubro, a partir das 10h, como parte do projeto Show na Praça. A participação é fruto da parceria entre a Fundação Romi e a Secretaria de Cultura e Turismo do município.

 

Os clowns são participantes da oficina Anjos do Riso, a arte de ser palhaço, realizada na Estação Cultural desde o mês de julho e dirigida pelos orientadores Ana Piu e Jhon Wesley Ferreira Lessa. “Sairemos em cortejo pela rua com os cerca de 25 clowns da oficina, que irão interagir com o público e colocar em prática o que vem aprendendo nos encontros”, explica a orientadora Ana Piu.

 

Segundo ela, ser clown também é uma forma de exercer a cidadania. “Essa arte incentiva o riso inocente, sem denegrir a imagem do outro”, afirma. Muito mais que a contribuição à arte e ao lúdico, o grupo Anjos do Riso, desde a sua criação, em 2012, também busca desempenhar um papel social com participações em feiras, eventos de rua e apresentações em pontos da cidade. “Nessas ocasiões, os palhaços podem propagar a cidadania com mensagens de paz, respeito e cuidado com o meio ambiente através da linguagem clownesca”, explica Ana.

 

A participação dos Anjos do Riso no Show na Praça é também uma mostra de compartilhamento do projeto Ademar Guerra, da Secretaria de Cultura do Governo do Estado.

“Em quase três meses de oficina, é incrível observar as transformações sociais e artísticas dos participantes. A arte tem a capacidade de desenvolver as potencialidades de cada um, por se tratar de uma descoberta pessoal e íntima que eles levarão para o resto da vida”, ressalta o orientador Jhon Wesley Ferreira Lessa.

 

“Tenho acompanhado as oficinas e as saídas do grupo, como a que fizeram no McDia Feliz e é reconfortante testemunhar como a arte, o teatro, formam esse grupo e o torna uma verdadeira família que reparte afeto entre si e com os demais, mostrando que a Cultura é realmente um excelente caminho para o desenvolvimento”, diz a superintendente da Fundação Romi, Márcia Ameriot.

 

Oficina

Na oficina, os participantes desenvolvem atividades de consciência corporal, linguagem cômica, aprendem como se expressar por meio de artes e esquetes, além de uma fundamentação histórica sobre a importância do palhaço e desta arte, que busca levar alegria às pessoas. O projeto também propõe uma forma diferente de se relacionar com o corpo, com a maquiagem e com o nariz vermelho, além de estimular reflexões que possibilitem o enriquecimento do ser humano.

Aos interessados, ainda há vagas disponíveis. A Estação Cultural está localizada na Avenida Tiradentes, 02, no Centro de Santa Bárbara d´Oeste. Para mais informações, entre em contato pelo telefone 3455-4830.

 

Histórico

O projeto Anjos do Riso era formado, inicialmente, por alunos do Núcleo de Educação Integrada (NEI), da Fundação Romi. Já hoje, é composto por alunos, ex-alunos da instituição e outros participantes da comunidade.

 

No ano de sua formação, em 2012, o grupo participou de ações nas Unidades Básicas de Saúde de Santa Bárbara d´Oeste, nas quais interagiam com os profissionais de saúde e pacientes. Desde então, os Anjos do Riso já participaram de diversos movimentos da cidade, como na Caminhada Contra a Violência, realizada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), no McDia Feliz e na Caminhada do Dia Mundial do Diabetes.

 

O grupo, a partir deste ano, passou a se reunir nas dependências da Estação Cultural, espaço revitalizado e mantido pela Fundação Romi, justamente para que outras pessoas pudessem se beneficiar desta oportunidade.

 

O projeto Anjos do Riso foi selecionado, entre vários grupos da região, para receber orientação artística do Projeto Ademar Guerra, da Secretaria de Cultura do Governo do Estado desde 2012.

 

Fundação Romi

Criada em 1957, em Santa Bárbara d’Oeste, pelo casal Américo Emílio Romi e Olímpia Gelli Romi, a Fundação Romi tem como missão promover o desenvolvimento social por meio da educação e cultura. Pioneira na promoção da comunidade regional e na realização de ações sociais, atende mais de 37 mil pessoas por ano por meio de seus quatro grandes eixos: Centro de Documentação Histórica (CEDOC), o Centro de Vivências do Desenvolvimento Infantil (CEDIN), o Núcleo de Educação Integrada (NEI) e a Estação Cultural (EC). Tendo como apoiadora as Indústrias Romi S.A., instituições governamentais, não governamentais e a inicia privada, a Fundação Romi objetiva, continuamente, atingir números mais expressivos por meio de suas áreas de atuação, seus programas e seus projetos. Para mais informações, acesse o site: www.fundacaoromi.org.br

 

Comentários

Notícias relacionadas