Anjos do Riso leva Shakespeare à praça central


Apresentação da tragédia Romeu e Julieta marca o encerramento da oficina

A oficina cultural Anjos do Riso tem o prazer de apresentar cenas de Romeu e Julieta, consagrada tragédia de Shakespeare, na Praça Central de Santa Bárbara d´Oeste, no próximo dia 18 de julho, em dois horários: às 9h e às 11h. O evento é público e livre para todas as idades.

Mas como assim? Romeu e Julieta não é uma tragédia? Sim! E esse é o desafio dos alunos da oficina de palhaçaria: contar esta tragédia shakespeariana pela ótica do palhaços Anjos do Riso. “Sem desafios a vida não é tão divertida e o divertimento faz bem à saúde, confirmam vários estudos”, afirma a oficineira Ana Piu.

As esquetes marcam o encerramento da oficina que aconteceu na Estação Cultural. O Anjos do Riso, em 2015, foi um projeto da Fundação Romi em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Santa Bárbara d´Oeste por meio do Conselho Municipal de Política Cultural. “O projeto nasceu dentro da Fundação antes mesmo que o NEI fosse escola regular e conquistou o edital do Conselho de Cultura, o que possibilitou maior visibilidade e participação da comunidade. O grupo pôde experimentar a arte do teatro do clown e se despede na Praça Central transformando a famosa tragédia Romeu e Julieta, de Shakeaspeare, numa grande e divertida comédia”, explica a superintendente da Fundação Romi Márcia Ameriot.

Realizado desde 2011, a oficina teve como objetivo estimular a formação teatral e a arte do clown. Durante as aulas, os participantes desenvolveram atividades de consciência corporal, expressão artística e esquetes – uma peça de curta duração, geralmente de caráter cômico. Segundo a Ana Piu, responsável pelo grupo e especialista na área pela Ecole internationale de théâtre Jacques Lecoq, Paris, o trabalho desenvolvido durante as oficinas culturais foi para que os participantes conhecessem a si próprios através da arte e sua expressão. “Foi um estímulo para exercer a cidadania, onde, além de conhecerem a fundamentação histórica sobre a importância do palhaço no contexto social, sua vestimenta e maquiagem, desenvolvessem habilidades teatrais.”, explica Ana, que nasceu em Portugal, mas escolheu a região de Campinas para exercer sua arte pela diversidade cultural que encontrou por aqui.

 

 

Estação Cultural

Inaugurada em 2007, a Estação Cultural é resultado da revitalização da antiga estação ferroviária de Santa Bárbara d´Oeste pela Fundação Romi. O local tornou-se referência em toda a região por oferecer opções culturais de qualidade e gratuitas para todos os públicos ao longo ano. Desde sua inauguração, mais de 150 mil pessoas já visitaram e participaram de suas oficinas, eventos e exposições. A Estação Cultural está localizada na Avenida Tiradentes, 02, no Centro de Santa Bárbara d´Oeste. Para mais informações, entre em contato pelo telefone 3455-4830.

Fundação Romi

Criada em 1957, em Santa Bárbara d’Oeste, pelo casal Américo Emílio Romi e Olímpia Gelli Romi, a Fundação Romi tem como missão promover o desenvolvimento social e humano  por meio da educação e cultura. Pioneira na promoção da comunidade regional e na realização de ações sociais, atende mais de 37 mil pessoas por ano por meio de seus quatro grandes eixos: o Centro de Documentação Histórica (CEDOC), o Centro de Vivências do Desenvolvimento Infantil (CEDIN), o Núcleo de Educação Integrada (NEI) e a Estação Cultural (EC). Tendo como apoiadora as Indústrias Romi S.A., instituições governamentais, não governamentais e a inicia privada, a Fundação Romi objetiva, continuamente, atingir números mais expressivos por meio de suas áreas de atuação, seus programas e seus projetos.

A Fundação Romi está localizada na Avenida Monte Castelo, 1095, Jd. Primavera, em Santa Bárbara d´Oeste. (19) 3499-1555

Comentários

Notícias relacionadas