Brasil / Mundo 

Ampliação de fábrica de vidros deve gerar 900 empregos no interior de São Paulo

A AGC é a líder mundial na produção de vidros para aplicação em todos os segmentos da construção civil.

 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 140 milhões à AGC Vidros do Brasil, no âmbito da linha Finem Direto. O apoio representa 20% do investimento total da companhia no projeto, que visa ampliar a capacidade de produção da fábrica do grupo em Guaratinguetá, interior de São Paulo.

Está prevista a implantação de uma segunda unidade de produção de vidros planos e vidros automotivos e de uma unidade de produção de vidros coater, além da ampliação do armazém para estocagem de produtos A expectativa é que a operação financiada pelo BNDES gere 600 empregos temporários e outros 300 definitivos.

A AGC Vidros do Brasil pertence ao grupo japonês Asahi Glass Company, que atua mundialmente na fabricação de vidros para os setores automotivos, eletrônico e construção civil. A AGC está presente em mais de 30 países, empregando 50 mil funcionários. Sua fábrica em Guaratinguetá/SP possui capacidade de produção de 600 toneladas/dia de vidros planos. Com a ampliação, sua fábrica em Guaratinguetá/SP expandirá sua capacidade de produção de 600 para 1.450 toneladas/dia de vidros planos.

 

Agência BNDES

Comentários

Leia também...