24horas Política RMC 

Americana vai voltar a receber lixo de outras cidades. Isso é bom ou ruim?

Cidades vizinhas poderão descartar lixo em Americana. (Imagem ilustrativa)

 

Hoje pela manhã (12) foi aprovado em uma sessão extraordinária, a alteração do Projeto de Emenda à Lei Orgânica Nº 3/2019 na cidade de Americana.

Treze vereadores votaram favorável a alteração e apenas seis votara contra. Com a alteração, a cidade de Americana pode receber resíduos sólidos de outras cidades, com isso, viabilizando a implantação da Usina que vai gerar combustível através dos resíduos. A empresa Engep aguarda as licenças ambientais para dar início as obras da usina que vai gerar compostagem e energia ao município, um investimento de mais de 19 milhões.

Nossa reportagem entrou em contato com Segundo Gerente Técnico Operacional da UTGR Americana (Unidade de Tratamento e Gestão de Resíduos), Delmo Conti Pescuma, que respondeu algumas perguntas:

 

SB24Horas: Qual o benefício que a cidade de Americana vai ter com a aprovação do projeto que permite cidades descartarem o lixo em Americana?

Delmo Conti Pescuma: Americana ganha com impostos, empregos e atende à Política Nacional dos Resíduos Sólidos, que preceitua a atuação conjunta entre os municípios para a viabilização de novas tecnologias de gestão dos resíduos.

 

SB24Horas: Qual a data que a Usina começa a operar em Americana?

Delmo Conti Pescuma: O projeto de implantação tem o prazo estimado de um ano, aguardamos apenas as licenças da CETESB para início.

 

SB24Horas: A partir da data de aprovação do projeto, qual a data inicial para Americana começar a receber os resíduos?

Delmo Conti Pescuma: A recepção de resíduos de outras cidades dependem de processos licitatórios em cada uma delas.

 

SB24Horas: Já tem empresas interessadas no combustível que será gerado com os resíduos?

Delmo Conti Pescuma: Sim.

 

SB24Horas: Quais as cidades que já manifestaram interesse em descartar os resíduos em Americana?

Delmo Conti Pescuma: Como não havia essa possibilidade de atuação conjunta, não há ainda declarações de interesse.

 

SB24Horas: Muitos moradores de Americana estão preocupados com a chegada desses resíduos de outras cidades, os americanenses tem que temer a chegada da usina?

Delmo Conti Pescuma: Não, já que o interesse da empresa é transformar o lixo em receita. A intenção é utilizar os resíduos e transformá-los em combustível, energia, não manter a ideia de se aterrar.

 

SB24Horas: Tem algum projeto social que a Engep vai fazer em parceria com a prefeitura?

Delmo Conti Pescuma: Além da educação ambiental, que já está em andamento, estamos conveniados com o fundo social de solidariedade para ações no sentido social.

 

 

 

Comentários

Notícias relacionadas