Iracemápolis 

Academia adaptada em Iracemápolis faz homenagem a jovem Kedma Mello

 


Lágrimas de emoção tomaram conta dos familiares da jovem Kedma Talita Teixeira de Mello durante a inauguração oficial da academia adaptada para pessoas com deficiência, que ocorreu no início dessa semana.

 

Kedma faleceu em 2009, aos 18 anos, com problema cardíaco e foi escolhida para dar nome à academia pelos relevantes serviços sociais prestados por ela às pessoas com deficiência da cidade. “Apesar de ser muito jovem, Kedma sempre atuou em ações sociais e fez a diferença trabalhando voluntariamente em prol dos mais necessitados”, explicou o enfermeiro Juvenal Chiochette.

 

A academia, que agora leva nome da jovem, começa a atender pacientes na próxima semana. Durante a inauguração, o secretário de saúde, João Renato Alves Pereira, falou sobre a importância de mais essa conquista para o município. “Mais uma vez somos pioneiros. Raras cidades oferecem esse tipo de tratamento para as pessoas com deficiência. Pretendemos com isso chamar atenção de toda a sociedade porque estamos oferecendo tratamento e também pensando no bem estar e na qualidade de vida das pessoas que serão beneficiadas”, ressaltou.

 

A ACADEMIA

Os aparelhos ficam no prédio da fisioterapia e vão atender, além de pessoas com deficiência, pacientes que fazem fisioterapia. Os exercícios serão acompanhados por um educador físico e um fisioterapeuta e a inclusão e exclusão no programa serão realizadas mediante avaliação profissional. A academia vai trabalhar de acordo com cronograma de atividades, com dias e horários estabelecidos.

 

O projeto para aquisição da academia foi escrito e pensado para atender um público específico que será acompanhado por profissionais de fisioterapia, terapia ocupacional, psicólogos, educador físico e outros.

 

A academia fica no prédio da Fisioterapia Municipal que fica na rua Pedro Alexandrino, 165, Bairro José Alcides Modenez.

 

Comentários

Leia também...