fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

A dança das cadeiras da política barbarense

IMAGEM ILUSTRATIVA

Muitos vão chorar e poucos vão sorrir

Porque será que o brasileiro gosta de deixar tudo para última hora? Nessa reta final da janela partidária, oque mais vemos é a indefinição de muitos candidatos que esperam até o último momento para definirem suas transferências ou manutenção da sigla partidária. A falta de confiança no próprio taco ou o medo de represálias vindas dos líderes partidários, pode acontecer muitas vezes, talvez por isso se explique essa indecisão de muitos.

É bem nítido que em tempos de pandemia mundial, temos que prestar ainda mais atenção em nossos representantes políticos. Será que eles estão realmente trabalhando por nós ou muitos estão se escondendo e aguardando as ordens do Prefeito, Governador e do Presidente da República?

Ouço nas redes sociais, já que as ruas estão vazias, que a renovação será gigantesca. Muitos que estão lá atualmente no poder legislativo, perderão a reeleição pela falta de postura e comprometimento com a população barbarense. Em épocas de crise é que realmente vemos quem são nossos representantes verdadeiros. A pandemia revelou a outra fase de muitos vereadores. Se muitos eleitores tinham dúvidas, agora fica nítido a incapacidade política de muitos que estão devendo, segundo a população.

A expectativa é que mais de 350 candidatos a vereadores disputem as eleições 2020 em Santa Bárbara d´Oeste.

Os eleitores que querem mudar e melhorar a política municipal, devem pesquisar muito para votar em pessoas técnicas e focadas em fiscalizar e criar projetos de interesse da população barbarense. O atual cenário de nossa política legislativa é depressivo e desestimulante, talvez por isso o executivo anda mal das pernas e não faz um trabalho político para o povo em geral, desenvolvendo um trabalho somente para algumas classes sociais.

A dança de última hora das cadeiras só mostra que o brasileiro desorganizado deixa tudo para última hora, por isso a política local precisa ser renovada e revigorada com novas caras. Poucos serão reeleitos, muitos chorar e poucos vão sorrir no final das eleições.

Espero que o povo também sorria com o sentimento de renovação conquistado, ai teremos mais 4 anos para que os novos não se comportem como velhos.

Vamos em frente…

 

Dennis Moraes é Comendador outorgado pela Câmara Brasileira de Cultura, Jornalista e Diretor de Jornalismo do Portal SB24Horas