Brasil / Mundo 

A cada cinco minutos, um veículo recebe atendimento de socorro mecânico no Sistema Anhanguera-Bandeirantes

Durante operação feriado de Ano Novo, entre os dias 28 de dezembro de 2018 e 1º de janeiro de 2019, 1355 ocorrências de socorro mecânico foram registradas pela CCR AutoBAn

 

A cada cinco minutos, em média, um veículo recebeu atendimento de socorro mecânico no Sistema Anhanguera-Bandeirantes durante a Operação Ano Novo, realizada entre os dias 28 de dezembro de 2018 e 1º de janeiro de 2019, pela CCR AutoBAn e ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo).

 

Neste período, a equipe da concessionária realizou 1355 atendimentos a veículos, 66% de pane mecânica (902 atendimentos), a principal causa. Pneu Furado, superaquecimento do motor e pane seca (falta de combustível) também estiveram entre os fatores que motivaram os atendimentos. Durante a operação, circularam pelo Sistema Anhanguera-Bandeirantes aproximadamente 1,8 milhão de veículos, sendo cerca de 680 mil apenas na saída e chegada à Capital.

 

Caso algum imprevisto aconteça, o usuário deve ficar atento a algumas recomendações, para garantir a própria segurança e dos passageiros. Entre as medidas que devem ser adotadas, a primeira delas é comunicar a concessionária, que irá acionar os recursos necessários para o atendimento, que é gratuito. A comunicação pode ser feita pelo próprio aparelho celular do usuário, que deve ligar para o número 0800-0555550 (ligação gratuita) ou a partir de um dos 544 telefones de emergência instalados a cada quilômetro das rodovias. “Recomendamos que o usuário aguarde a chegada do recurso operacional da concessionária em uma área de refúgio”, explica Vinícius Antonioli, coordenador de tráfego da CCR AutoBAn.

 

O serviço SOS Usuário da CCR AutoBAn conta com diversas viaturas e colaboradores, entre guinchos leves e pesados, veículos de inspeção de tráfego, ambulâncias, caminhões-pipa, auto-guindaste e veículos de apoio.

 

Números do feriado Ano Novo (28 de dezembro a 1º de janeiro)

Pane mecânica – 902 atendimentos

Pneu furado – 214 atendimentos

Superaquecimento do motor – 87 atendimentos

Pane seca – 74 atendimentos

Pane elétrica – 48 atendimentos

Bateria descarregada – 30 atendimentos

 

Sobre a CCR AutoBAn

A CCR AutoBAn é a concessionária responsável pela administração do Sistema Anhanguera-Bandeirantes, celebrando, neste ano, 20 anos à frente das rodovias consideradas as melhores do País por pesquisas especializadas do segmento. Durante esses 20 anos de trajetória, já investiu R$ 7,3 bilhões em obras e melhorias que trouxeram desenvolvimento, segurança e conforto para a região e orgulha-se por ter obtido, como principal resultado, redução significativa nos índices de acidentes (-46,2%), feridos (-34,2%) e mortes (-80,9%). A concessionária gerencia 319,8 quilômetros de rodovias, compreendendo a SP-330 (Via Anhanguera), de São Paulo a Cordeirópolis, com extensão de 147,04 quilômetros; a SP 348 (Rodovia dos Bandeirantes), de São Paulo a Cordeirópolis, com 159,67 quilômetros de extensão; a SP-300 (Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto), com extensão de 2,6 quilômetros e a interligação SPI-102/330 (Rodovia Adalberto Panzan), com extensão de 7,44 quilômetros. É responsável também pela conservação de um trecho da Marginal Tietê entre o acesso da Rodovia dos Bandeirantes e o Cebolão.

 

Sobre o Grupo CCR

Fundado em 1999, o Grupo CCR é uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina. Dividida em quatro núcleos de negócio, CCR Rodovias SP, CCR Rodovias BR, CCR Mobilidade e CCR Aeroportos, a empresa detém concessões nos principais modais em operação no País. Pioneira no segmento de concessões de rodovias no Brasil, a companhia é hoje uma das cinco maiores do mundo e atua com dez concessionárias de rodovias pelo país, CCR NovaDutra, CCR ViaLagos, CCR RodoNorte, CCR AutoBAn, CCR ViaOeste, CCR RodoAnel, CCR SPVias, Renovias, ViaRio e CCR MSVia, totalizando 3.265 quilômetros concedidos em São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul e Paraná. No seu portfólio constam as rodovias consideradas melhores e mais seguras por anos consecutivos nos rankings especializados, tendo conquistado importantes índices de redução de acidentes fatais. Em transporte de passageiros, com a conquista, no início de 2018, da concessão das Linha 5 – Lilás do metrô de São Paulo e do monotrilho da linha 17 – Ouro, o grupo consolida sua atuação no segmento, gerindo importantes empresas responsáveis por mais fluidez, segurança e conforto em grandes vias urbanas. São elas: ViaQuatro, VLTCarioca, CCR Barcas e CCR Metrô Bahia, com negócios nas capitais paulista, fluminense e baiana, respectivamente. Já em concessões aeroportuárias, o Grupo CCR tem atuação internacional, com participação nos aeroportos de Quito (Equador), San José (Costa Rica) e Curaçao. No Brasil, possui a concessionária BH Airport, responsável pela gestão do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Em 2015, adquiriu a TAS (Total Airport Services), empresa norte-americana prestadora de serviços aeroportuários. Além do compromisso com a elaboração de projetos de infraestrutura para o País, a CCR também está atenta ao desenvolvimento sustentável das comunidades em que atua e aos seus 13 mil colaboradores. Nesse sentido, a empresa se tornou, em 2011, signatária do Pacto Global da ONU e, consequentemente, assumiu os compromissos nele firmados. A empresa também segue, pelo sétimo ano consecutivo, na carteira do ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial) da B3 e possui o Instituto CCR por meio do qual promove projetos sociais, culturais, ambientais e esportivos nas regiões onde atua levando desenvolvimento social para milhares de pessoas. Com mais de 20 anos de trajetória, possui o reconhecimento dos mercados nacional e internacional em função de sua trajetória de sucesso e da adoção constante das mais rígidas regras de governança corporativa que pautam sua atuação e estão reunidas no Programa de Integridade e Conformidade da companhia.

Comentários

Leia também...