Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

A adoção do mercado de fidelização está cada vez mais forte durante a pandemia

Diego Arruda, especialista em negócios, pondera vantagens da adoção de programas de fidelização

 

A pandemia acelerou a digitalização de produtos, aumentando assim a concorrência entre várias empresas. Nesse cenário, os investimentos para atrair consumidores são fortes e, muitas das vezes, os empreendedores se veem em um dilema sem saber se o cliente pode voltar ou não. Assim, adotar um tipo de programa de fidelização é essencial.

 

O que é um mercado de fidelização? Trata-se basicamente do acúmulo de pontos e a possibilidade de trocas por algum produto ou serviço oferecido ao consumidor. No Brasil, algumas das principais empresas do mercado de fidelidade incluem: Petrobras Premmia, LATAM Pass, Livelo, Itaú, Km de Vantagens, Tudo Azul, Banrisul, Dotz, Esfera, Bradesco Prime, Vivo Valoriza e In Mais.

 

Para o empresário e especialista em negócios Diego Arruda, a principal vantagem dos programas de fidelização está ligada à gestão do negócio. “Antes, o que era somente utilizado por companhias aéreas (tanto que nasceu o termo milhas), hoje está sendo explorado no varejo. Cada vez mais lugares estão aderindo ao programa de fidelização e o cliente atual gosta de ter vantagens em suas compras, seja com cupons de desconto, pontos resgatáveis, recompensas e ofertas especiais”, disse.

 

Outra vantagem, de acordo com o especialista, está ligada às companhias aéreas e a possibilidade de emissões de passagens em Classe Executiva por até R$1.600 utilizando programas de fidelidade, como o Clube Livelo, por exemplo.

 

“Aderir a um programa garante a presença do cliente. Além disso, os programas também facilitam a personalização de ofertas, possibilitando direcionamento para cada perfil de consumidor”, completa.

Diego Arruda / Arquivo Pessoal

Recente levantamento da Associação Brasileira de Empresas do Mercado de Fidelização (Abemf), que leva em consideração dados de associados como Dotz, Elo, Mastercard, Smiles e Visa, revelou que, no último trimestre de 2020, o número de pontos/milhas emitidos e resgatados registrou um aumento de 23,2% (R$68 bilhões) e 26,2% (R$52,3 bilhões), se comparado com os três meses anteriores (julho, agosto e setembro).

 

“O fechamento positivo do último trimestre de 2020 aponta não só a capacidade dos investidores se adaptarem à nova realidade do mercado com os programas, mas também dos consumidores brasileiros na hora da compra”, finalizou.

 

Sobre Diego Arruda

 

Diego Arruda é um especialista em ajudar pessoas a empreender e a descobrir oportunidades de negócios. Através de consultorias e treinamentos, ajuda a revelar nichos de mercado para parceiros e clientes.

 

Com a chegada da pandemia, conseguiu o registro de teste rápido para a Covid-19, o que gerou uma grande colaboração para a sociedade e um forte faturamento indo na contramão da crise.

 

A meta agora para o próximos anos é continuar empreendendo e expandindo os negócios buscando novas oportunidades.

 

Divulgação / MF Press Global