Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Variedades

5 passos essenciais ao realizar uma reforma

A reforma de uma imóvel é muito importante e algo comum, pois com o tempo, os imóveis precisam desses reparos. Para isso, é necessário investir tempo e dinheiro, independentemente do tamanho da reforma.

Desde mudar a pintura até reconstruir um cômodo ou um imóvel todo, é necessário, antes de mais nada, entender pontos fundamentais relacionados a uma boa reforma de imóveis.

No entanto, é preciso tomar cuidado para não gastar muito ou economizar demais e não fazer tudo o que é necessário. Contar com bons profissionais para auxiliar nessa questão também é importante.

Muita gente acha que reformar é um transtorno, pois envolve a circulação de pedreiros, materiais e alguns resíduos que sempre sobram da obra. Mas isso faz parte e a recompensa vale a pena.

A diferença é que sabendo o que fazer, escolhendo bons materiais e contando com tudo o que é preciso, a reforma pode ser uma etapa mais tranquila. É um investimento que preserva o imóvel, o tornando mais moderno e confortável.

Para quem está pensando em reformar, neste artigo falaremos um pouco sobre a importância desse processo, traremos algumas dicas essenciais e mostraremos alguns pontos importantes para uma obra desse tipo. Confira.

A importância da reforma de imóveis

Quem tem um imóvel precisa estar atento às condições que ele apresenta. Com o passar do tempo, os imóveis começam a apresentar alguns problemas que desencadeiam a necessidade de uma reforma.

Infiltrações, rachaduras, vazamentos, pisos danificados, restauração de mármore, problemas no telhado, caixa d’água antiga, fiação comprometida dentre outros danos são comuns em imóveis.

Geralmente, ocorrem em espaço que não recebem a devida manutenção ou nunca passaram por uma reforma.

Além disso, a necessidade de modernizar a casa ou apartamento, ou até aumentar um cômodo podem surgir ao longo do tempo. As reformas trazem conforto e muitas outras vantagens, como:

  • Valorização do imóvel;
  • Melhorias;
  • Praticidade;
  • Segurança.

Muitas pessoas veem nos imóveis um investimento valioso e, de fato, eles são. Comprar casas e apartamentos e disponibilizá-los para locação garantem ao proprietário uma renda extra.

Só que este investimento precisa ser feito com cautela, principalmente no que diz respeito às condições dos imóveis. Aqueles que se apresentam em mau estado são rejeitados pela maioria dos locatários.

Pagar o aluguel já é um investimento pouco lucrativo, portanto, o imóvel deve possuir vantagens e estar em perfeitas condições.

Antes de vendê-lo, também é importante realizar a reforma, porque isso aumentará o valor final e contribuirá para um processo mais rápido.

Por exemplo, se uma pessoa possui um imóvel que vale 500 mil, mas está com problemas no encanamento, paredes, pinturas, itens quebrados, caixa de entrada de energia com mau funcionamento e outros, esse valor cai consideravelmente na hora da venda.

Isso porque o novo proprietário terá de investir em uma boa reforma para poder usar o imóvel.

As melhorias são evidentes quando um imóvel é reformado. Mesmo que seja mínima, já dá para notar a diferença. E quando falamos dessas melhorias, nos referimos também às áreas externas.

Com relação às casas, é muito importante cuidar bem de sua aparência externa, principalmente no que diz respeito à cobertura. 

Telhas e calhas quebradas ou fora do lugar, além de ausência de um sistema impermeabilizante, são apenas alguns dos fatores que mais prejudicam o imóvel.

Tanto a parte interna quanto a parte externa podem ser lesados se houver algum problema com telhados e calhas, por isso, pode ser necessário pintura interna de casas. Essas melhorias são importantes para a preservação do imóvel como um todo.

Praticidade é outro benefício importante trazido pela reforma. Imóveis mais antigos não atendem às necessidades da vida moderna. Eles foram projetados para outro tipo de rotina que não faz mais parte do cotidiano atual.

Quando uma reforma é realizada, a casa ou apartamento se torna mais prática, pois são empregados materiais modernos que trazem essa praticidade.

Sistemas elétricos modernos, interruptores, sistema de iluminação, vasos e até torneiras atualmente são fabricados para atenderem às demandas da vida moderna, tanto para pessoas que vivem sozinhas quanto para grandes famílias.

O maior benefício trazido pelas reformas está no que diz respeito à segurança. Muitas pessoas não se atentam às necessidades de manutenção da parte elétrica de uma residência.

O tempo vai passando e o sistema de fiação começa a ficar ultrapassado e a apresentar problemas. Unido a um problema de infiltração, se torna ainda mais perigoso.

Curtos-circuitos e choques são uma das principais consequências de não se atentar à necessidade de reforma dos imóveis. Para evitar esses acidentes, é fundamental pensar em uma boa reforma.

Levando em consideração toda essa importância, é necessário observar o que um imóvel precisa, antes de começar a reforma. Por isso, é importante observar alguns pontos.

Dicas para realizar uma boa reforma

Cada imóvel apresenta necessidades diferentes para iniciar uma reforma. Mas, de um modo geral, existem alguns pontos importantes que precisam ser realizados por todos os espaços, independente do seu tamanho, como: 

1 –    Contrate mão de obra qualificada

Seja para fazer empresa de instalação de sprinklers ou reconstruir todo um cômodo, é fundamental a presença de uma mão de obra qualificada. Essa escolha define muitos pontos importantes da reforma, inclusive economia.

Uma pessoa que não seja especialista no que você precisa, não vai garantir um serviço de qualidade. Os problemas podem surgir durante a reforma ou ao longo do tempo.

2 –    Compre material de qualidade

Às vezes, o barato sai caro. Comprar materiais de baixa qualidade, baseando-se apenas no preço, é um grande engano. 

Quem faz isso, acaba por ter que arcar com consertos futuros e muito mais manutenção do que com materiais de boa qualidade.

Não importa se o material é uma maçaneta ou uma tela de proteção para escadas, escolha marcas confiáveis e um local bem avaliado para comprar. 

Bons materiais geralmente necessitam de um investimento maior, mas, em compensação, eles proporcionam qualidade superior ao projeto.

Também é importante que o profissional que realizará alguns procedimentos, como instalação de pisos, siga o passo a passo de preparação de materiais e instalações corretamente. 

Por conta disso, é importante que o proprietário saiba pelo menos um pouco sobre essa preparação.  

3 – Preparação do material

Durante a reforma, é necessário preparar bem o material que será utilizado. Uma das mudanças mais comuns por quem está reformando é a troca de revestimentos, nesse sentido, uma boa opção é o piso vinílico.

Antes da aplicação desse piso, é necessária a preparação e aplicação de cimento nivelador. Conhecido como contrapiso, ele será uma camada intermediária entre a construção e o revestimento.

Para preparar a argamassa, é necessário investir em um bom cimento e misturá-lo com areia peneirada. Ao alcançar uma consistência uniforme, é acrescentado água para que a massa fique úmida.

Para saber se atingiu o ponto certo, é necessário pegar um pouco da argamassa e apertá-la. Se sair por entre os dedos, o contrapiso está pronto.

Antes de aplicar, é preciso limpar o local com ponteiros, marretas e vassoura, a depender do estado da construção. 

As taliscas delimitam a espessura do contrapiso, após a aplicação da argamassa, é necessário o sarrafeamento para alisar a superfície.

Acompanhar se a preparação de materiais é feita corretamente é fundamental para evitar problemas como piso descolando, por exemplo.

4 – Gaste apenas o necessário

Comprar material de qualidade não significa comprar o mais caro, além disso, economizar não significa deixar de comprar o que é importante. 

Se um projeto de reforma envolve, por exemplo, escavação de piscina, todo material necessário deve estar presente.

Se o orçamento diz que dá para construir uma piscina de 1 metro de comprimento, na hora de escolher, não adianta querer comprar uma que tenha 2 metros. Fazer o que está dentro do planejamento é a única forma de garantir que o trabalho será bem feito.

Mais vale uma piscina de 1 metro que valorize sua área externa e que você possa manter, do que uma piscina de 2 metros que quase não cabe no espaço e vai trazer muitos gastos.

5 – Escolha uma reforma sustentável

A preocupação com o meio ambiente é obrigação de todos, até na hora da reforma. Se o imóvel está consumindo muita energia, é hora de rever a fiação e investir em produtos como interruptores e tomadas para reforma.

A simples troca desses itens pode significar muito para a economia de energia, para o bolso do proprietário e também para o meio ambiente.

O consumo exacerbado de energia por parte de um imóvel é suficiente para causar prejuízos e danos à natureza. Optar por materiais sustentáveis e recicláveis também é uma boa escolha na hora de reformar.

Instalar sistemas de aproveitamento de água da chuva e painéis fotovoltaicos para energia solar são excelentes opções. 

Pensar na sustentabilidade é uma ótima maneira de reformar um imóvel, modernizá-lo e economizar em algumas contas no final do mês.

Reformar uma casa ou apartamento requer muita paciência e investimento para que tudo saia perfeito. Isso vai desde a escolha da tinta até itens decorativos, como persiana blecaute rolo

Mas conhecendo um pouco mais sobre as opções que podem ser encontradas no mercado e seguindo essas dicas, fica muito mais fácil reformar o imóvel.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.