fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

Variedades

5 motivos para sua empresa desenvolver um blog

Ter um blog virou uma obrigação para as empresas que desejam se destacar no mercado. Afinal de contas, por meio desse ambiente, é possível aumentar o reconhecimento do seu negócio e atrair mais visitantes para o site institucional.

 

Para termos uma ideia, os blogs que postam diariamente recebem 5 vezes mais visitas em comparação com outras páginas, além de contribuírem com o compartilhamento do conteúdo em demais redes sociais.

 

De acordo com uma pesquisa da Content Trends, as publicações em blogs são responsáveis por 1,8 vezes mais visitas para as empresas que adotam a estratégia.


No Inbound Marketing, essas plataformas trabalham lado a lado com o marketing de conteúdo, sendo responsáveis não só pela atração de visitantes, mas também pela conversão de leads (potenciais clientes).

 

O artigo de hoje vai trazer 5 motivos para sua empresa desenvolver um blog, e dar dicas de como conquistar mais consumidores com a estratégia. Acompanhe a leitura!

1 – Melhora a classificação no Google

O Google é o gigante da internet. Hoje em dia, quando as pessoas procuram por qualquer coisa, como um tubo de inox, o primeiro lugar onde farão essa busca é no site de pesquisa. 

 

Por esse motivo, obter uma boa classificação no Google é fundamental para as empresas que desejam se destacar no mercado e obter um número maior de visitantes.

 

De acordo com a HubSpot, a primeira posição entre os resultados de pesquisa orgânica do Google tem uma taxa de cliques de 34,36%. Ou seja, é a chance do seu negócio ser reconhecido e, desse modo, aumentar as vendas.

 

Mas para fazer isso, é necessário investir em SEO (Search Engine Optimization), ou Otimização para os Mecanismos de Busca, uma estratégia focada em várias técnicas que têm como objetivo melhorar o rankeamento das páginas.

 

O SEO trabalha com o marketing de conteúdo, por isso, nada melhor do que desenvolver um blog para a produção de materiais informativos e valiosos com o público-alvo.

 

Nesse sentido, quando alguém pesquisar por filtro de água industrial, por exemplo, não irá se deparar apenas com uma propaganda e o preço do equipamento, mas sim, um artigo completo que traz informações sobre o produto.

 

Isso vai muito de encontro com o próprio perfil do consumidor digital, que não está interessado somente em uma propaganda invasiva, mas sim, quer algo de qualidade para aprimorar seus conhecimentos.

 

Porém, o SEO vai muito além do marketing de conteúdo. Na produção de um blog post, a estratégia também envolve o uso de palavras-chave, isto é, os termos mais pesquisados pelos usuários, com a intenção de obter indexação do artigo no Google.

 

Assim, quando se pesquisa por fabrica de cabos, por exemplo, é possível encontrar a sua página, quando ela é escrita com essa palavra-chave específica.

 

Claro que o termo precisa ter relação com o seu nicho de atuação. Desse modo, tem-se um tráfego qualificado, ou seja, a atração de usuários com potencial de compra.

 

Entre outras técnicas de SEO, destacam-se:

 

  • Desenvolvimento de uma página responsiva;
  • Promoção de uma boa experiência ao usuário;
  • Presença de hiperlinks para outros conteúdos;
  • Uso de dados e fontes confiáveis.

 

A eficiência do SEO é tamanha que mais de 69% das empresas brasileiras adotam a estratégia, segundo o SEO Trends.

2 – Baixo custo de investimento

Investir em um blog é uma das estratégias mais baratas de Inbound Marketing. Afinal de contas, não é preciso um grande investimento para desenvolver a plataforma (aliás, existem muitos sites que criam blogs gratuitamente, com um layout totalmente pronto).

 

Também há a possibilidade do próprio dono do blog produzir o conteúdo. Dessa forma, um serviço de solda, por exemplo, pode elaborar seus textos para compartilhamento em postagens.

 

Embora isso não seja recomendado, pois existem especialistas em SEO e redatores de qualidade que melhoram o rankeamento do seu blog, é uma maneira de começar a estratégia, sem ter que gastar muito.

 

De qualquer forma, é uma maneira de iniciar a estratégia de marketing digital e, conforme a sua empresa for obtendo reconhecimento, novas aquisições podem ser direcionadas.

3 – Educa o mercado a respeito dos produtos ou serviços

Muitas vezes, o usuário acaba não comprando uma bomba de drenagem por não conhecer a fundo o equipamento, suas especificações, modo de uso e vantagens.

 

Nesse sentido, os blogs são excelentes plataformas para compartilhamento de informações valiosas a respeito de produtos ou serviços, sendo uma maneira de educar o público-alvo a respeito do nicho de atuação.

 

É importante ressaltar que o seu blog precisa ter materiais originais e que agregam conhecimento. De nada adianta “copiar e colar” a informação de outra página – inclusive, essa é uma prática de plágio, considerada ilegal.

 

O Google também reconhece os conteúdos duplicados e tende a penalizar as páginas que fazem esse tipo de ação. O ideal é transmitir a sua ideia, para agregar conhecimento e contribuir para a formação dos leitores.

4 – Melhora o relacionamento com os clientes

Os conteúdos do blog podem ser personalizados, isto é, desenvolvidos de acordo com os interesses e desejos do público-alvo, além de seguir as etapas do funil de vendas.

 

Assim, é possível oferecer o conteúdo certo, no momento ideal – o que aumenta consideravelmente as chances de compra e contribui para melhorar o relacionamento com os clientes.

 

Além do mais, quando um empresa de caldeiraria industrial, por exemplo, oferece um conteúdo informativo e de qualidade, as pessoas passam a confiar mais na empresa. Quer dizer que a produção de conteúdo em blog também impacta positivamente na credibilidade e na reputação da organização.

 

Até porque os negócios que têm pouca informação sobre produtos ou serviços são vistos como “menos profissionais”, principalmente porque grande parte das pessoas pesquisa na internet, antes de realizar uma compra.

 

Para melhorar ainda mais o relacionamento com os clientes, as empresas podem associar o blog com a estratégia de e-mail marketing. Nesse sentido, é possível nutrir os leads com boletins informativos e atualizações nas postagens, para que eles acompanhem o conteúdo em primeira mão.

 

Os blogs também permitem aprofundar ainda mais o conteúdo. Assim, além da produção de artigos sobre um determinado assunto, é possível compartilhar outros tipos de materiais, como vídeos, infográficos, animações, gifs e até e-books.

 

Isso também contribui para o relacionamento com o cliente, pois ele sente que está sempre obtendo informações novas a respeito do seu negócio.

 

Fora que, em determinados casos, os novos formatos de conteúdo são muito mais fáceis de consumir. Por exemplo, um tutorial de conserto de bombas tem um engajamento melhor quando é feito em vídeo.

5 – É uma opção de renda

Os blogs são capazes de aumentar as chances de venda, mas também ajudam com uma renda extra para as empresas.

 

Normalmente, essa é uma opção recomendada para projetos de blogs pessoais, mas várias organizações já estão adaptando suas plataformas para ganhar um dinheiro extra com empresas parceiras.

 

Quando o seu blog tem um alto número de visitantes diários, é possível se cadastrar no Google AdSense e vender espaços publicitários na sua página, para que outros empreendimentos possam divulgar seus produtos e serviços.

 

Desse modo, os materiais publicitários ficam visíveis e, a cada clique recebido, o blog ganha uma porcentagem do que o anunciante paga ao Google.

 

Outra ideia é fazer os “publiediotoriais”, isto é, conteúdos divulgando uma marca ou produto específico. Essa iniciativa é comum no marketing de influência, em que blogueiros, youtubers, entre outras celebridades da web promovem alguma empresa.

 

Assim, um influenciador pode mostrar os benefícios de uma bancada de aço inox para cozinha industrial, por exemplo. É uma forma de fazer uma publicidade menos agressiva e com grandes chances de retorno.

 

No caso dos blogs corporativos e empresariais, é interessante firmar parcerias com outras organizações e, até mesmo, fazer um “marketing cruzado”. Dessa forma, o seu conteúdo alcança uma nova audiência e tem chances de fechar novos negócios.

Conclusão

Os blogs funcionam como plataformas interativas, onde é possível compartilhar uma série de conteúdos e ter uma espécie de “biblioteca virtual”, com materiais de várias temáticas.

 

No começo, eles eram usados como “diários pessoais”, mas aos poucos foram incorporados para estratégias de marketing digital, devido ao seu grande impacto na atração de visitantes e nas oportunidades de venda.

 

Com isso, cada vez mais empresas começaram a usar os blogs para a produção de conteúdo e aplicação de SEO, sendo possível conquistar uma posição de destaque no Google e usufruir de todos os benefícios oriundos do Inbound Marketing.

 

No entanto, para alcançar sucesso com o blog, vale investir em uma produção de  conteúdo valiosa, com qualidade e relevância para o público-alvo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Comentários