fbpx

Portal SB24Horas

Conteúdo é aqui!

24horas Variedades

4 dicas para aproveitar promoções on-line

Com o crescimento de vendas pela internet, consumidores precisam ficar atentos aos seus direitos e evitar fraudes. Confira algumas dicas para aproveitar ao máximo as promoções virtuais

 

Nas últimas duas décadas, o mundo digital conquistou cada vez mais espaços reais, entrando na casa das pessoas, fazendo parte da vida familiar, amorosa e profissional de vários indivíduos.

 

Contudo, o ano de 2020 intensificou as vivências virtuais em um nível jamais visto. Assim, as telas passaram a dominar todas as esferas da vida de cada pessoa, incluindo até consultas médicas entre profissionais da saúde e pacientes.

 

Se havia uma parte do público que ainda tinha receios de comprar várias peças pela internet, por medo de fraudes após a inserção de dados bancários no site, o contexto atual impôs o e-commerce como alternativa obrigatória, o que fez essa modalidade de comércio crescer 25% no mês de julho no país.

 

Por isso, antes de seguir buscando as melhores promoções para comprar o que você precisa, veja algumas dicas de como não ser enganado no comércio virtual e o que fazer para aproveitar melhor esse novo jeito de adquirir produtos.

Ofertas cumulativas

Uma das táticas dos lojistas para incentivar o consumo, muitas vezes, desnecessário dos clientes é anunciar ofertas cumulativas, ou seja, descontos diferenciados, cuja porcentagem aumenta na medida em que o cliente compra mais peças. A ideia é “comprar mais para economizar mais”.

 

Um exemplo dessas ofertas ocorre quando uma loja oferece descontos de 10% sobre o valor total de compras acima de R$ 50, 15% sobre pedidos de R$100 ou mais e assim sucessivamente. Mesmo que o consumidor não precise adquirir aquele montante de produtos, é difícil negar à tentação de buscar um desconto maior quando se compra mais.

 

É importante notar que, no fim, o desconto anunciado pela loja é recuperado pela quantidade de produtos comprados, o que faz a pessoa gastar até mais do que havia inicialmente planejado. Por isso, antes de ir às compras, faça uma lista dos itens que são realmente necessários para não levar nada por impulso, o que pode acabar comprometendo suas finanças no fim do mês.

Taxa de frete

Ao pesquisar os preços de uma determinada loja, preste atenção ao valor cobrado pelo serviço de frete. Muitos clientes só prestam atenção ao preço do produto e acabam levando um susto na hora em que a fatura do cartão de crédito chega em casa.

 

Outra estratégia é anunciar frete grátis sob a condição de um gasto mínimo nas compras. Preste atenção nisso e compare os valores finais em diferentes lojas, especialmente se você não pode gastar muito. Muitas vezes, o desconto anunciado te obrigará a gastar esse valor mínimo, e o custo final da compra sairá mais caro do que se você pagasse pelo frete.

Maquiagem de preços

Uma ocorrência muito comum em datas comerciais é a maquiagem de preços, prática ilegal, em que o comerciante ou a loja aumenta o valor de um produto e, logo em seguida, o reduz a fim de caracterizar a mudança como promoção.

 

Por isso, antes de comprar, pesquise bem quais são os valores médios cobrados por diferentes lojas, verificando se a promoção anunciada é verdadeira ou apenas enganação. Ao constatar a prática de maquiagem de preços, denuncie-a para um órgão de defesa do consumidor. Na edição de 2015 da Black Friday, 28,3% das denúncias registradas no Procon referiam-se a essa prática.

Compra por impulso

O medo de perder uma promoção imperdível, sobretudo em datas comemorativas, é uma das principais razões que levam as pessoas a comprar por impulso, apenas para não perder uma boa oportunidade.

 

Entretanto, é preciso constatar se os descontos são verdadeiros e o único motivo da compra é o impulso. Por isso, pondere as expectativas, verifique as descrições dos produtos com cautela e não deixe para comprar na última hora. Assim, você pode acompanhar alguns anúncios antes de efetuar o pagamento.

Comentários