3º Desfile de Cavaleiros e Charreteiros de Nova Odessa reúne cerca de mil pessoas


Sinalizando o passeio como ato cívico paulista em comemoração à Revolução de 1932, uma bandeira do Estado foi conduzida à frente do desfile

 

Cerca de mil pessoas prestigiaram o 3º Desfile de Cavaleiros e Charreteiros de Nova Odessa e região. O evento aconteceu na última quinta-feira, dia 9 de julho, feriado que relembra a Revolução Constitucionalista de 1932.

Os cavaleiros, em geral, preferem eventos aos domingos, pois aproveitam o sábado para preparar os animais e charretes. Tivemos um público menor este ano, mas estávamos preocupados com qualidade e não quantidade. Não tivemos nenhum incidente e isso é o mais importante. O evento superou nossa expectativa”, disse o presidente do Clube dos Cavaleiros de Nova Odessa, Lindolfo Oliveira, o Tieta, organizador do desfile.

O trajeto do desfile teve início na Praça dos Três Poderes, em frente à prefeitura, e além do Centro, passou pelos bairros Santa Rosa, Bela Vista, Éden, São Manoel, Palmeiras, Alvorada, Capuava e Altos do Klavin.

O percurso terminou no bairro Ceci Ovos, onde foram realizados sorteios de brindes e shows sertanejos. Nosso objetivo era o de resgatar a cultura e a tradição sertaneja em um ambiente familiar e descontraído”, ressalta a coordenadora de eventos do CCNO, Raquel Portella.

Pelo terceiro ano consecutivo, o desfile acontece em Nova Odessa como uma forma de homenagear os Soldados Constitucionalistas da Revolução de 1932. Na época, quando a cidade era então distrito de Americana, 13 jovens foram enviados às batalhas, sendo Aristeu Valente, o único soldado morto em combate. Familiares de ex-combatentes participaram de uma missa e uma homenagem que antecedeu o desfile no Centro Ecumênico do Cemitério de Nova Odessa.

Para o ano que vem, teremos novidades. Inclusive, um novo local com outras atrações”, acrescentou Tieta, lembrando que, neste ano, o evento também reverteu parte do valor cobrado com o estacionamento para a Apadano (Associação dos Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos de Nova Odessa).

Comentários

Notícias relacionadas