SB24Horas

Notícia na hora certa!

273 mil internações no Brasil, descubra a epidemia silenciosa que o país enfrenta

O Brasil é o país em que se mais toma banho, mas por que a higiene continua sendo um problema? 

 

Os efeitos dados pela precariedade do saneamento básico no Brasil, ainda é uma desordem governamental que causa buracos na saúde da população do país. Hoje no Brasil, temos 273 mil internações em decorrência de diarréia. Um número absurdamente grande em decorrência do problema de saúde. 

 

O estudo de instituto Trata Brasil, mostra a importância e pressa que o país está enfrentando por conta da falta de saneamento básico, principalmente na região Sul. São muitas as faltas de equipamentos e manutenções em regiões de difícil acesso ao Brasil, como:

  • Tubulações 

 

Tubulações de qualidade, é um fator de extrema importância para evitar vazamentos durante o transporte de fluídos de bombas para o reservatório, por exemplo. Mantendo tubulações limpas e estáveis, diminui a chance de contaminação de água. 

 

  • Medidores e Controladores

 

Medidores e Controladores ajudam a evitar o desperdício de água e ajudam a entender e identificar quando há vazamentos e desperdícios através de sua métrica oferecida pelos próprios números. O desperdício de águas é algo que vem sendo muito cobrado educacionalmente pelo governo, e conseguimos ter parâmetros e comparativos através de um sistema de controle. 

 

  • Bombas de esgoto 

 

As bombas de esgoto, se encontram entre os produtos mais importantes entre os instrumentos de saneamento básico. Servindo para nos livrar de escoamento ou de problemas com a água. A bomba centrífuga que é a bomba que cuida pontualmente do esgoto para transportar os resíduos de forma que não causem contaminação.

 

Mas, afinal, qual a importância? 

 

O conjunto das estruturas de para o saneamento precisam ser sempre de qualidade e muito bem previstos sem grandes “truques”, porque assuntos como saúde pública e qualidade de vida são assuntos que não envolvem a possibilidade de instrumentos, motores e infraestruturas de baixa qualidade. Onde devem ser investidos em através dos setores do governo federal, não importa se é de investimento do setor público ou privado. 

O estudo da Trata Brasil, feita em 2018, aponta que, o projetar a universalização dos serviços de abastecimento de água e coleta e tratamento dos esgotos, o país teria um balanço positivo de R$ 1,1 trilhão, mostrando que até o fator socioeconômico gira em torno de saneamento básico e qualidade de vida da população.